De que lado ele vai estar?

Camila Toscano, eleita para o 1º mandato; e Raniery Paulino, deputado reeleito A deputada estad...

Camila Toscano, eleita para o 1º mandato; e Raniery Paulino, deputado reeleito
A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) já tem uma posição definida na Assembleia Legislativa da Paraíba. Na gestão de Cássio, caso ele vença a eleição, ela será deputada de situação. Já na gestão de Ricardo Coutinho (PSB), fará oposição ao Governo. E o deputado reeleito Raniery Paulino (PMDB), de que lado vai estar?

Raniery foi muito corajoso e coerente ao declarar ‘neutralidade’ no 2º turno das eleições 2014. Porém, seus pais, Roberto e Fátima Paulino, foram convencidos, talvez pela ‘influência’ do empresário João Rafael, a seguir a liderança do PMDB paraibano e apoiar o projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho. Não foi fácil convencê-los, acredito.

Assim, então, fazer oposição a RC, que teve apoio do PMDB e da família Paulino para um segundo mandato como governador da Paraíba, não seria uma boa opção para Raniery. Há quem diga que seria mais fácil fazer oposição a Cássio Cunha Lima, porque o parlamentar já assumiria este posicionamento naturalmente. Mas para isso, o tucano precisa vencer as eleições.

A vitória de Cássio, no entanto, além de fortalecer o grupo de Zenóbio Toscano em Guarabira, desmoralizaria não apenas o então governador, com seu ‘aparelhamento de Estado’, mas também partidos como o próprio PMDB, que além de ter apoiado Ricardo, saiu fragilizado e dividido nas eleições deste ano.

Vale considerar também que as eleições municipais se aproximam. Sendo reeleito, Ricardo Coutinho poderá lançar candidatura própria em Guarabira e tentar criar uma terceira força.  Josa da Padaria – que deve estar migrando para o PSB – e Beto Meireles são nomes em potencial para encabeçar a chapa, conforme comentou o blogueiro Eginaldes de Andrade.

A condição de ‘neutralidade’ do deputado Raniery Paulino, em relação ao seu voto no segundo turno das eleições, logo perderá a validade. Enquanto o prazo não expira, fica a dúvida: de que lado ele vai estar? A única coisa que se sabe é que ele sempre procura estar do lado do povo. #Política

Você pode gostar também

0 comentários