Patricia Poeta se despede do 'Jornal Nacional' e faz planos: quer se bronzear e ajudar o filho na escola

De O Globo Copa do Mundo, eleições presidenciais, escolha de um novo Papa. Foi mais do que ...



Copa do Mundo, eleições presidenciais, escolha de um novo Papa. Foi mais do que agitado o período que Patrícia Poeta passou como âncora do "Jornal nacional". Nesta sexta-feira, a jornalista apresenta a sua última edição do telejornal e, ao lado de William Bonner, vai dar as boas-vindas à sua substituta, Renata Vasconcellos, que assume o posto para valer na próxima segunda-feira e, no domingo, faz sua despedida do "Fantástico", passando o bastão para Poliana Abritta. Nesta entrevista, Poeta faz um balanço do trabalho nos últimos três anos, comenta os boatos sobre as razões de sua saída e conta estar animada para passar à área de Entretenimento da TV Globo.

Como vai ser sua despedida do "JN" na sexta-feira? Tem algo diferente planejado dentro e fora do estúdio?

Vai ser na edição desta sexta-feira, dia 31 de outubro. Bonner e eu vamos receber a Renata na bancada. Eu me despeço do "JN" e passo o bastão para ela. Tudo muito simples, como pede a ocasião. Afinal, não estou indo embora. Continuo na Globo. Com a equipe, o clima de despedida começou ainda na segunda-feira passada. Somos todos muito unidos aqui. E faremos um último jantar juntos para marcar esta transição na minha vida profissional.

Pode fazer um balanço do tempo que passou no telejornal? O que foi mais bacana e o que foi mais difícil?

É incrível como tudo passou depressa. E esta sensação de que passou depressa tem tudo a ver com a intensidade deste três anos: Copa do Mundo, eleição presidencial, visita do Papa, manifestações... A gente não teve tempo de respirar. E isso foi bom, testou nossos limites. É a melhor parte da experiência no "Jornal Nacional".

Você agora tira férias? Vai fazer o que a partir de segunda?

Tenho alguns dias de férias em novembro. Tempo para dar uma descansada e ajudar meu filho a se preparar para os exames finais da escola. Vai ser ótimo. Também em novembro já me apresento no Projac.

Em que pé está o seu projeto de programa novo na área de entretenimento? Já tem uma ideia do que vai ser e de quando começa a produção? 

Eu sei bem o caminho que gostaria de trilhar, o campo criativo que me atrai. Mas isso é só o começo. Precisa ser discutido com meus futuros colegas da área de Entretenimento, precisa ser desenvolvido. Já adiantei um projeto e entregarei outros. Mas isso é um processo. Tem muito trabalho pela frente.

***

#SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários