Trompete, trombone e teclado estão em evidência em projeto de música instrumental do SESC; terceira etapa conta com apresentação em Guarabira

O t rompete, trombone e teclado estão em evidência no Intervalos Instrumentais do Serviço Social do...

O trompete, trombone e teclado estão em evidência no Intervalos Instrumentais do Serviço Social do Comércio da Paraíba (SESC). A terceira etapa do projeto conta com apresentações em João Pessoa (PB) e Guarabira nos dias 16 e 17 de outubro, respectivamente.

Aqui na ‘capital do brejo’ o público vai poder conferir uma apresentação de Uaná Barreto e Banda Pôr do Som, a partir das 20h, no SESC. O show contará também com a participação de Joatan Nascimento. O repertório será composto, em sua maioria, por músicas autorais.

O Projeto Intervalos Instrumentais foi desenvolvido em 2011 buscando difundir a prática da música instrumental em seus diversos gêneros, valorizando e incentivando a formação de novos grupos no estado e proporcionando o intercâmbio de experiências práticas entre os músicos participantes. Já se apresentaram no palco do projeto artistas como Xisto Medeiros, Costinha, Zé Filho, Beto Preah Parayba, Edu Araújo, Vera Figueiredo, Arthur Maia, Sydnei Carvalho, Roger Franco, entre outros grandes nomes da música instrumental brasileira.

Em Guarabira, o SESC está localizado na rua Coronel José Maurício da Costa, 290, São José. Mais informações ligue (83) 3271-1601. (Blog do Ikeda, com assessoria) #Cultura

Os Músicos

Uaná Barreto: O Pôr do Som é um projeto iniciado em 2010 pelos músicos, compositores e arranjadores Rudá Barreto e Uaná Barreto. O repertório em sua maioria autoral recebe influências jazzísticas, africanas e brasileiras e também pelo universo da canção sempre com uma ênfase rítmica, característica marcante do grupo. Ao longo de três anos de existência, o grupo participou de diversos projetos, incluindo o Circuito das Praças, participou duas vezes da Mostra de Música do SESC, tendo músicas de autoria de Rudá e Uaná gravadas, além de integrar, no ano de 2013, o projeto Quintas Aumentadas, juntamente com os outros artistas paraibanos, com o intuito de reforçar e fortalecer a cena musical do estado.

Joatan Nascimento: O trompetista vem se destacando pela versatilidade, fluência e musicalidade nas diversas áreas em que atua, sendo reconhecido como uma das mais atuantes vozes da nova geração de trompetistas brasileiros. Iniciou seu aprendizado musical aos onze anos com seu tio Edson Mendonça. Em 1986 foi premiado com o troféu Caymmi na categoria revelação instrumentista e em 2000, na categoria Melhor Instrumentista/Disco. Em 2002 lançou seu primeiro CD solo intitulado “Eu Choro Assim”. É doutor em Execução Musical/Trompete pela Universidade Federal da Bahia, onde leciona cadeiras de Trompete, Percepção Musical, Improvisação, Música de Câmara e Oficina de Estilos no curós de Música Popular da UFBA. 

Você pode gostar também

0 comentários