Ouça o ‘canto’ do cometa em que o módulo de Rosetta pousou

Da Veja Inaudível ao ouvido humano, som foi detectado por instrumentos a bordo da sonda e ampl...


Da Veja

Inaudível ao ouvido humano, som foi detectado por instrumentos a bordo da sonda e ampliado cerca de 10.000 vezes

Não foi apenas o formato irregular do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko que surpreendeu os cientistas da Missão Internacional Rosetta, mas também o fato de ele “cantar”. O som vem em forma de oscilações no campo magnético ao redor do cometa, e foi detectado por instrumentos a bordo de Rosetta pela primeira vez em agosto, quando a sonda chegou a 100 quilômetros de distância do corpo celeste.

Para se tornar audível a ouvidos humanos, a frequência da "canção" precisou ser ampliada em 10.000 vezes. Os pesquisadores acreditam que o som seja produzido pela atividade do cometa, cujas partículas liberadas no espaço se tornam eletricamente carregadas em um processo chamado ionização. Os mecanismos físicos por trás dessas oscilações, porém, permanecem misteriosos.

O módulo Philae, liberado pela sonda Rosetta, pousou no cometa nesta quarta-feira, após mais de dez anos viajando pelo espaço.




***

#Sociedade #Ciência

Você pode gostar também

0 comentários