Marília Gabriela deixa o SBT e anuncia aposentadoria da TV aberta

Crédito:Lourival Ribeiro/SBT Do Portal Imprensa Na manhã desta terça-feira (20), a jornal...

Crédito:Lourival Ribeiro/SBT

Na manhã desta terça-feira (20), a jornalista Marília Gabriela, umas das entrevistadoras mais célebres do país, reuniu a imprensa na sede do SBT para anunciar sua saída da emissora, depois de cinco anos no de “De Frente Com Gabi”, e sua aposentadoria da TV aberta.

Segundo ela, os motivos para a decisão são o cansaço, a vontade de viajar e estudar, além de se dedicar mais ao teatro. Nos planos de Gabi ainda estão dois livros a serem escritos, e mais um projeto em andamento para a TV a cabo.

No horário ocupado por ela na emissora de Silvio Santos aos domingos, a partir de março entra Roberto Cabrini com o "Conexão Repórter".
Marília Gabriela segue com o seu programa no GNT.

Carreira     

Marília Gabriela começou sua carreira como estagiária do "Jornal Nacional" em 1969, na Rede Globo. Neste mesmo ano, passou a apresentadora do "Jornal Hoje", na cidade de São Paulo (SP). Já no começo dos anos 70, integrou a equipe do "Fantástico", do qual se tornou repórter especial.

Já em 1980, Marília tornou-se âncora do "TV Mulher", na companhia de Ney Gonçalves Dias. A atração marcou época e contava com a participação de Henfil, Marta Suplicy, Clodovil Hernandez e Hildegard Angel, entre outros.

Depois do "TV Mulher", Gabi rumou para Londres, ocupar a posição de correspondente da TV Globo na Inglaterra. Mais tarde, esteve baseada em Nova York, como repórter especial do "Fantástico".

Em 1985, na Band, Gabi começou um programa de variedade e, tempos depois, passou a apresentar um programa com o formato de entrevistas - que faz ainda hoje no GNT - e que a consagrou como uma das grandes entrevistadoras do país: o "Cara a Cara".

Marília Gabriela também fez história ao atuar como mediadora do primeiro debate entre os então candidatos Fernando Collor de Melo e Luiz Inácio Lula da Silva, nas primeiras eleições presidenciais abertas pós ditadura militar, também na Band. Recém-saída da emissora dos Saad, Gabi foi para a CNT, em um contrato que representaria o maior valor já pago a um jornalista brasileiro até então.

A jornalista também atuou SBT, como apresentadora do "SBT Repórter" e do programa "De Frente com Gabi" e também pela Rede TV!. No canal por assinatura GNT, Gabi apresenta o "Marília Gabriela Entrevista", bem como apresentadora do "Roda Viva", na TV Cultura.

Em 2010, IMPRENSA condecorou a jornalista com o "Troféu Mulher IMPRENSA de Conntribuição ao Jornalismo", pelo conjunto de sua carreira.

Vertente artística

No currículo de Gabi, além do Jornalismo, verifica-se a apurada veia artística, seja como cantora - com voz registrada em três discos -, seja como atriz. Sua estreia no teatro foi com a peça "Esperando Beckett", de Gerald Thomas. Desde então, a jornalista, também atriz, acumulou três peças, cinco trabalhos na TV Globo - somadas novelas e minisséries - e seis filmes.

***

#SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários