Prefeitura usa motobomba e escoa águas acumuladas no centro da cidade

Da assessoria da PMG Devido às fortes chuvas caídas nos primeiros dias de 2015 em Guarabir...


Da assessoria da PMG

Devido às fortes chuvas caídas nos primeiros dias de 2015 em Guarabira e região, o centro comercial da cidade começou a inundar, sendo um incômodo constante há cerca de quatro décadas, na Rainha do Brejo paraibano. A Prefeitura de Guarabira tomou a iniciativa de adquirir um motobomba d’água móvel para escoar, de forma emergencial o acúmulo das águas que ficam concentradas naquele importante espaço. Equipes das secretarias de Meio Ambiente e de Infraestrutura estão trabalhando, desde a manhã desta sexta-feira (2/1) para amenizar os transtornos.

A atual gestão municipal deu início, no último mês de novembro o processo de drenagem do centro da cidade, onde a primeira etapa das tubulações já foi implantada, a qual tomou a maior parte de uma das laterais do calçadão da Avenida D. Pedro II, faltando agora, a instalação da segunda e da terceira etapa do serviço. O prefeito Zenóbio Toscano usou os microfones da Rádio Constelação FM, de Guarabira para falar desses e de outros assuntos pertinentes com desenvolvimento do município, onde o mesmo se demonstrou bastante otimista, administrativamente falando, para 2015. No que se refere ao serviço de drenagem, ele disse que a partir dessa segunda-feira (5), a empresa responsável pela obra retomará os trabalhos, pois havia dado férias coletivas a seus funcionários, nas últimas semanas de festas de fim de ano.

O secretário de Infraestrutura, Marcus Diogo que esteve presente o tempo todo, no local afetado pelas águas, junto com secretário de Meio Ambiente, Alcides Camilo -, disse à imprensa que a enchente só vem ratificar a importância das obras que a administração municipal está realizando e disse que a mesma naquela área está com os dias contados.

O motobomba que está sendo usado para drenar as águas pertence ao empresário Antônio Inácio, proprietário do engenho Serra Limpa, que prontamente cedeu por empréstimo a prefeitura, a importante ferramenta, a qual tem a potência de puxar 121 litros de água por hora. Em nome da gestão, Marcus agradeceu a gentileza do empresário.

***
#Institucional #Política

Você pode gostar também

0 comentários