Líder do PSDB no Senado é condenado por crime eleitoral

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PE) (Foto: Ovídio Carvalho/ON/D.A Press) Da coluna de Fel...


Da coluna de Felipe Patury, em Época

Principal voz no Senado em defesa do impeachment da presidente Dilma Roussef, o líder do PSDB na Casa, Cássio Cunha Lima (PB), foi condenado pelo Tribunal Superior Eleitoral por crime eleitoral em razão dos excessivos em c publicidade no ano de 2006 quando era governador e disputou a reeleição. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou o processo no dia 5 de fevereiro e negou o recurso do parlamentar que pedia a anulação da condenação do TRE da Paraíba de 2010 pelo mesma irregularidade. Cunha Lima tinha sido condenado a pagar 100 mil UFIRs (R$ 106 mil). A condenação foi mantida por decisão da ministra Maria Thereza de Assis Moura. Na decisão, a ministra afirma que os R$ 22 milhões gastos nos primeiros seis meses do ano de 2006 superam em muito a média do período 2003-2006 do mandato do então governador. #Política

Você pode gostar também

0 comentários