Ajude a manter sua cidade limpa

Guarabira, PB - Foto: Levy Galdino Hoje eu quero falar sobre a coleta de lixo em Guarabira (PB...

Guarabira, PB - Foto: Levy Galdino

Hoje eu quero falar sobre a coleta de lixo em Guarabira (PB), considerando o número de pessoas que, diariamente, ligam para as emissoras de rádio do município reclamando do serviço. Algumas reclamações são justas, outras não. Comento.

Infelizmente o serviço de limpeza não está bom, pois não está sendo feito como convém por parte da Prefeitura Municipal. Eu observo que falta pessoal e estrutura para, realmente, limpar uma cidade desse porte.

Mas, apesar da falta de pessoal e de estrutura no setor de limpeza da PMG, o que mais falta, no meu entender, é consciência em parte da população local - falta consciência em quem não procura fazer ‘o dever de casa’.

Não falta boa vontade na gestão. Falta mesmo é educação em muita gente, em quem deposita seu lixo na rua e não se programa para a devida coleta no dia e hora marcados, salvo, algumas exceções, por onde o veículo coletor demora passar.

Eu sei que em localidades como o distrito de Tananduba (de cima e baixo), por exemplo, o ‘caminhão do lixo’ não faz coleta há um mês - até 04/03 -, conforme moradores me disseram. Isso é uma falha que requer correção, afinal essas comunidades merecem respeito.

No geral, enquanto houver quem continue depositando e acumulando lixo na rua e em terrenos públicos, fora do expediente de coleta, a cidade vai continuar suja. E o culpado não é o prefeito, nem o secretário Alcides Camilo.

A limpeza urbana depende de uma consciência coletiva reciclada. Eu e você não devemos apenas esperar a atuação do poder público em nosso favor, pelo nosso bairro ou pela nossa rua. Temos a obrigação de também fazer a nossa parte: ‘o dever de casa’, lembra?

Quem joga e deposita lixo na rua sem atentar para os dias de coleta, termina, por consequência, comprometendo a ‘paisagem urbana’ e o bem estar da vizinhança. Além de atrair insetos, esse lixo também prejudica a saúde pública.

Eu sinto falta de uma campanha educativa eficiente, voltada para o meio-ambiente, por parte do poder público municipal. O que falar, então, de quem não tenta pelo menos ‘reciclar as atitudes’?

Portanto, antes de ligar para o rádio reclamando da gestão - independente de quem esteja ocupando o poder -, em relação à limpeza urbana, por exemplo, eu recomendo que você faça um exame de consciência. Veja se tem feito a sua parte, pelo menos.

Eu finalizo por aqui, afirmando que Guarabira não depende, apenas, de Paulino ou Toscano para se tornar uma cidade melhor. Depende, principalmente, de mim e de você. Faça sua parte: limpe sua consciência e ajude a manter sua cidade limpa. #Política #Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários