Jornais europeus destacam panelaços durante pronunciamento de Dilma

Da Radio France Internacional Os principais jornais europeus repercutem o pronunciamento da presidente Dilma Rousseff na noite de d...

A presidente Dilma Rousseff em pronunciamento na TV no Dia Internacional da Mulher.


Os principais jornais europeus repercutem o pronunciamento da presidente Dilma Rousseff na noite de domingo (8) em rede nacional de televisão e rádio. O Dia Internacional da Mulher serviu de pretexto para a presidente quebrar um longo silêncio sobre a operação Lava Jato e o escândalo na Petrobras.

O jornal Le Monde destaca o apoio da presidente petista às investigações iniciadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) após a divulgação da lista de políticos citados como beneficiários do esquema conhecido como Petrolão. Dilma defende "uma investigação ampla, livre e rigorosa sobre os episódios lamentáveis", informa a versão eletrônica do vespertino. Mas, lembra Le Monde, a maior parte de seu discurso foi dedicada ao ajuste fiscal para relançar a economia brasileira, em ritmo moroso há cinco anos.

No discurso de 15 minutos, a presidente justificou a necessidade de realizar ajustes duros na economia e pediu paciência à população. O diário conservador Le Figaro destacou que Dilma defendeu sua política de ajuste fiscal pedindo que os brasileiros aceitem "sacrifícios temporários", admitindo que "os resultados não surtirão efeito antes do final do ano". Em um contexto econômico marcado pelo aumento do desemprego e alta da inflação, "os efeitos do escândalo de corrupção da Petrobras fragilizam a coalizão parlamentar de Dilma", observa Le Figaro.

Para o espanhol El Pais, Dilma defendeu ajustes na economia em meio a panelaços e vaias em bairros de classe média de São Paulo e em outras cidades do país. "Não é comum brasileiros protestarem contra um chefe de Estado no momento em que ele faz um pronunciamento na televisão", nota o diário espanhol. Os protestos, diz El Pais, "ilustram a polaridade extrema que atravessa atualmente o país".

Discurso agita redes sociais

Paciência foi o que menos se viu nas ruas e redes sociais diante da intervenção da presidente Dilma. Além dos panelaços no Rio de Janeiro e São Paulo, entre outras cidades brasileiras, Dilma foi alvo de xingamentos e insultos nas redes sociais. A passeata pelo impeachement, marcada para o próximo domingo, 15 de março, ganha força na internet.
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários