#ProntoFalei

A Prefeitura de Guarabira tem um projeto interessante voltado para o teatro. O problema é que, de u...

A Prefeitura de Guarabira tem um projeto interessante voltado para o teatro. O problema é que, de uns tempos para cá, o negócio não funciona. Afinal, o que aconteceu com o “Vamos ao Teatro”, acabou?

Faz tanto tempo que não há espetáculos teatrais em Guarabira que a população nem se lembra dessa opção cultural. E a proposta da gestão de Cultura, de ‘criar público’ no teatro - proposta necessária, inclusive -, parece que fracassou.

Os próximos espetáculos do Teatro Geraldo Alverga ocorrerão de 08 a 10 de maio, com a encenação de ‘Comércio Ilegal’; e de 10 a 12 de abril, com mais um espetáculo do Pastoril Profano, ambos de produção independente.

O pior é que ninguém se manifesta. Ninguém dá uma satisfação sequer para, pelo menos, evitar críticas da oposição e ajudar a gestão do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB). O único interesse de alguns auxiliares, eu sei: é pelo alto salário no final do mês.

Devido suas atividades e compromissos, eu não acredito que ZT esteja ciente do ‘recesso por tempo indeterminado’ nas atividades anunciadas para o teatro. Mas quem deveria informá-lo está preocupado, apenas, em receber R$.

Vou isentar da culpa o secretário André Filho (Cultura), que deve ter interesse e conhecimento para gerir a pasta. No entanto, me disseram que ele não dá um passo sem que “um colega” permita. Alguém duvida?

Quem perde com isso é o prefeito. Eu não manteria na minha equipe, em determinado cargo, alguém que fosse antipático e arrogante o suficiente para afastar as pessoas - alguém que, sequer, procura manter diálogo com os parceiros da atual gestão. Como diz Reinaldo Azevedo, #ProntoFalei. #Cultura #Política

OBS: Após a publicação deste artigo, a editoria do blog tomou conhecimento de que o secretário André Filho pediu 'afastamento' do cargo para tratar de um problema de ordem familiar. Conforme foi repassado ao Blog do Ikeda, Percinaldo Toscano responde provisoriamente pela pasta de Cultura em Guarabira.

Você pode gostar também

0 comentários