Rádios Cultura e Rural de Guarabira encerram programação duas horas antes do normal; medida beneficia concorrência e pode refletir no faturamento

Desde o último final de semana, as rádios Cultura AM (790 KHz) e Rural AM (850 KHz) de Guarabira ...

Desde o último final de semana, as rádios Cultura AM (790 KHz) e Rural AM (850 KHz) de Guarabira (PB), que antes transmitiam até meia-noite, estão saindo do ar mais cedo. A nova determinação do empresário João Rafael de Aguiar é para encerrar a programação às 22h.

Talvez isso esteja acontecendo ‘pela necessidade de contenção de gastos’. Será? Eu não sei. Até a conclusão do post, a direção não havia se pronunciado sobre o assunto, nem dado uma satisfação aos clientes e ouvintes das duas emissoras. E ninguém vai explicar a mudança.

Na praça, o que se comenta é que essa determinação não anda agradando. Ao saírem do ar às 10 da noite, as duas rádios do Grupo João Rafael abrem a margem de audiência para a concorrência – que já é grande -, e isso reflete no faturamento – ou vai refletir no futuro.

O blog não questiona a medida tomada pela direção. É um direito dos donos escolher “o que é melhor para suas empresas”. Porém, esse ‘modelo’, além de beneficiar as concorrentes, fica para rádios alternativas - 'de poste': que trabalham dentro do horário comercial, apenas.

Mas, considerando que em breve haverá migração de AM para FM aqui na região, eu acredito que logo seu João mudará de ideia e estenderá a programação de suas emissoras: até porque o encerramento da programação de uma FM às 10 da noite fica para Rádio Comunitária.

Complemento: Houve um tempo em que, pelo menos, a Rádio Rural AM passou 24h no ar e com programação própria na madrugada como opção. Depois voltou a operar até 0h. Agora, a ordem é abrir mais tarde e fechar mais cedo. A concorrência comemora. #SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários