Saúde: Mil casos da virose que intriga especialistas

Do Diário de Pernambuco Em dois meses, pelo menos 1 mil casos da virose que acomete a população com manchas vermelhas foram contabiliza...

Do Diário de Pernambuco

Em dois meses, pelo menos 1 mil casos da virose que acomete a população com manchas vermelhas foram contabilizados em Pernambuco. O dado foi revelado após levantamento da Secretaria Estadual de Saúde (SES) junto às unidades de saúde do estado, realizado entre os meses de março e abril, para traçar as estratégias de bloqueio da doença e mudar as de notificação. A partir desta semana, os casos estão sendo notificados como dengue.

Dos mil casos, 200 passaram por análise laboratorial e a maioria deles foi confirmada como dengue. “Fizemos uma planilha separada para saber a real situação. Esse é o número preliminar. O representativo real vamos saber a partir de agora que eles serão notificados”, esclareceu a coordenadora do Programa de Combate à Dengue em Pernambuco, Claudenice Pontes. Algumas amostras analisadas precisaram passar por reteste para confirmar ser dengue.

O estudo completo, para traçar o perfil dos sinais e sintomas desse tipo de virose será finalizado em junho. Além de Pernambuco, outros estados do Nordeste, como Alagoas, Ceará, Maranhão e Rio Grande do Norte, apresentaram casos com sintomatologia semelhante. “A distribuição no estado ocorre em todas as regiões. A partir de agora, vamos poder controlar melhor”, alertou Claudenice Pontes.

Notificando os casos como dengue, o estado intensificará as ações de bloqueio de transmissão, como a utilização de pulverizadores. Os casos atípicos de doença exantemática que não se enquadra nas definições preconizadas pelo Ministério da Saúde para dengue e outras doenças de notificação obrigatória apresentam, em geral, febre branda ou despercebida, manchas avermelhadas e edemas nas mãos e pés.
***

#Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários