Coluna Manchete - 23 de maio de 2015

Está no ar a 56ª edição da coluna semanal Manchete, um suplemento do Blog Caderno de Matérias d...

Está no ar a 56ª edição da coluna semanal Manchete, um suplemento do Blog Caderno de Matérias do Ikeda. A proposta é repercutir e adiantar, de forma resumida, os fatos mais importantes da semana e o que ainda há de acontecer, em até 140 caracteres. #Manchete


‘Sem dinheiro’

Na véspera do corte no orçamento da União, governadores foram á Brasília cobrar pacto e a redistribuição devida de verba federal.

Aprovado reajuste

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou projeto de reajuste salarial para servidores do Judiciário.

Aprovado reajuste II

O reajuste foi de até 78,56%. O Governo Federal é contra pelo impacto de R$ 25,7 bilhões nos próximos quatro anos.

Transposição

A obra de transposição do São Francisco só vai acabar em 2017, dez anos depois de iniciado - em 2007.

Transposição II

A informação da conclusão foi dada pelo ministro da Integração Gilberto Occhi.

Atenção, motorista!

Em João Pessoa, a partir desde segunda-feira (25), o motorista que trafegar em faixa de ônibus vai receber multa. Atenção, motorista!

Nos bancos

Como as multas não estão resolvendo o problema do tempo nas filas de bancos, as agências agora poderão ser fechadas.

Nos bancos II

Na Paraíba, a Lei das Filas já tem 04 anos, mas a penalidade não tem provocado o efeito.

Nos bancos III

O  Procon agora quer fechar os bancos que descumprirem a lei.

Show na capital

O cantor Jorge Vercillo se apresenta no próximo dia 23 na capital João Pessoa (PB), em show realizado no Espaço Cultural.

Show na capital II

O repertório é composto de sucessos antigos e do “Extra Físico”, seu projeto mais recente.

Congresso

União de Irmãs da Assembleia de Deus de Guarabira PB deram início a mais um congresso na quinta-feira.

Congresso II

O evento continua hoje e amanhã, às 19h, no templo central, com participação de preletores, grupos musicais e cantores.

Congresso III

Hoje, por exemplo, a cantora Shirley Carvalhaes vai cantar à noite. Participe! 

AS 7 NOTAS QUE MARCARAM A SEMANA

Mais corte

Comprar uma casa pela Caixa está ficando cada vez mais difícil. O Governo Federal anunciou corte d R$ 25 bilhões de reais na verba destinada para financiamento. Desde abril, o banco limitou o financiamento para até 50% do valor do imóvel. O trabalhador brasileiro sofre, viu!

Sem festa

O Governo do Estado emitiu Decreto proibindo gastos públicos com festa de São João na Paraíba por pelo menos dois meses. A medida também foi tomada no Carnaval. Com essa medida, o Estado quer economizar mais de R$ 1 milhão de reais. Com isso, as prefeituras de Campina Grande e Patos, por exemplo, buscam a iniciativa privada para bancar a festa.

Fraudes na internet

As fraudes cometidas pela internet cresceram na Paraíba. Com o aumento das compras em plataforma virtual, a região ficou mais visada. O índice teve aumento de 1,10% de 2013 a 2014. No Nordeste, a PB aparece em 5º no ranking. Venda de aparelhos celulares é o maior alvo dos fraudadores.

Reforço

Já deu para Marcelo Bandeira. O vereador guarabirense já tinha a intenção de deixar a Secretaria de Agricultura para estar ao lado, reforçando e apoiando o grupo do governador Ricardo Coutinho (PSB) em Guarabira (PB). Marcelo Bandeira, então, volta a ocupar sua cadeira na Câmara de Guarabira.

Agora, com a volta do vereador Marcelo Bandeira, a bancada de sustentação ao projeto do governador Ricardo Coutinho, que quer eleger um prefeito nas próximas eleições em Guarabira, já é maior que a do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) e a liderada pelo ex-governador Roberto Paulino (PMDB): conta com seis vereadores, por enquanto.

Protesto

A população do bairro do Nordeste, em Guarabira (PB), fez um protesto na quinta-feira (21) e interrompeu uma via de acesso do município colocando fogo em pneus e móveis velhos, por exemplo. O clamor dos populares foi por água, elemento essencial à vida humana.

Desemprego

Na Paraíba 3.107 pessoas foram demitidas no mês de abril, uma retração de 0,75% na geração de empregos em relação a março. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado ontem.

Mudar de partido

O empresário Jarbas Aguiar, atual diretor da Cinep, vai deixar o PMDB de Guarabira. A informação é do radialista Jota Alves, da Rádio Rural AM. “Vou jogar o boné. Para mim não dá mais”, teria dito o empresário.

Observações pontuais: Não subestimem o candidato do PMDB

O deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) tem declarado que não quer que seu pai, o ex-governador Roberto Paulino, seja o candidato do partido nas eleições do próximo ano na cidade de Guarabira (PB). Porém, está decidido: o PMDB terá candidato próprio.

Acontece que Roberto não tem nada a perder caso resolva disputar a Prefeitura de Guarabira em 2016. Nada mesmo. Além de ser o maior líder político da região e um dos mais influentes do Estado, Paulino tem voto. E ele já provou isso, sobretudo na eleição de 2014.

Sim! Foi o PMDB da Paraíba que garantiu a reeleição do governador Ricardo Coutinho no segundo turno das eleições do ano passado, quando a militância ‘vermelha’ no brejo também fez com que o socialista vencesse em Guarabira, após ser derrotado várias vezes no município.

Das dez últimas eleições municipais em Guarabira, por exemplo, o PMDB de Roberto Paulino ganhou sete. Assim, então, ele precisa provar mais o quê, “girassóis”? Não subestimem o grupo liderado pelo ex-governador! Embora sem a caneta, ele ainda tem influência.

Ao invés de tentarem “derrotar” Paulino no texto, deveriam comentar que se ele for o candidato do PMDB, estará em desvantagem. A “obrigação” de ganhar é de Zenóbio Toscano - afinal, Paulino está sem mandato e o bloco ricardista ainda não foi aprovado nas urnas.

Sendo assim, não subestimem o candidato do PMDB, que vai para o embate para ganhar ou perder. Dependendo do nome escolhido, o partido também pode ganhar pela oitava vez as eleições em Guarabira. Ou, pelo menos, polarizar com ZT a disputa do próximo ano.

Entre aspas: “Tornar-se um presidente seria a honra suprema, mas acho que antes preciso ter essa vontade. Até agora não tive. Isso não quer dizer que daqui a alguns anos eu não possa vir a ter” (ex-ministro do Supremo Joaquim Barbosa, sobre possibilidade de entrar na política)


Você pode gostar também

0 comentários