Eles querem o poder

Os vereadores Beto Meireles (PDT), Lucas Porpino (DEM) e Jáder Filho (PSD), do grupo Girassóis, q...

Os vereadores Beto Meireles (PDT), Lucas Porpino (DEM) e Jáder Filho (PSD), do grupo Girassóis, querem acabar com o monopólio político de Paulino e Toscano em Guarabira (PB). É fato. Mas realmente os dois grupos se alternam no poder municipal há mais de 40 anos.

Acontece que esses mesmos parlamentares com assento na Câmara Municipal, que hoje estão sob o controle político do governador Ricardo Coutinho (PSB), são todos ex-aliados de Roberto Paulino (PMDB) e Zenóbio Toscano (PSDB), a quem devem muito por seus mandatos.

Beto, Lucas, Jáder e outros vereadores como Severino Bica, Gerson do Gesso, Marcelo Bandeira e Adriana de Severo, além do ex-prefeito Josa da Padaria, estão juntos buscando criar uma força capaz de derrotar as famílias Paulino e Toscano nas eleições de 2016. É possível.

Como comentei em artigo anterior, tudo pode acontecer na eleição do próximo ano: Zenóbio pode se reeleger e Paulino poderá voltar a controlar a prefeitura. Já a militância de RC tem a oportunidade de eleger o próximo prefeito. No entanto, se isso não acontecer...

... se os aliados do governador não conseguirem êxito na sucessão de 2016, eles podem se preparar para uma “lapada de votos” que poderá ser tão grande que fará “os girassóis” mudarem de cor e de partido, afinal tudo é possível na política de Guarabira.

O que até certo dia era "impossível", aconteceu: Bica, Gerson e Josa traíram quem mais lhes deu a mão. Eles querem o poder. Isso talvez justifique essa postura incoerente, tanto da parte deles – que seguiam os comandos de RP -, quanto da parte dos ex-aliados de ZT.  

Nos bastidores, andam dizendo que a intenção inicial de RC é conseguir a adesão de 08 vereadores em Guarabira - maioria no parlamento -, deixando Zenóbio com 05 parlamentares dando-lhe sustentação e Roberto Paulino com apenas 02 vereadores na Câmara.

Atenção, prefeito Zenóbio Toscano (!): a mobilização para tomar a prefeitura já começou. Alô, Roberto Paulino (!): a militância girassol já está nas ruas tentando chamar a atenção e buscando convencer a população a acreditar e apoiar uma nova política que... não existe.

O que existe é um oportunismo que tem beneficiado (R$) alguns desse grupo, não a população. Atente, amigo leitor: essa pretensiosa “terceira força” está sendo criada pelos mesmos sobrenomes da política local. Não há nada de novo. Eles só mudaram de lado. Só isso.

Pela movimentação na cidade, ‘tudo indica que um anexo da sede do Governo será instalado por aqui’. Porém, independente disso, alguém avise que a estrada de Cachoeira continua abandonada pelo Governo que esses 'traidores' defendem. Sobre isso ninguém diz nada, né? #Política

Você pode gostar também

0 comentários