Dica de filme: Assista “A Rebelde da Rádio”; filme aborda como o rádio pode influenciar as pessoas

Sempre quando assisto algo legal, sobretudo relacionado ao universo do rádio, eu gosto de compart...



Sempre quando assisto algo legal, sobretudo relacionado ao universo do rádio, eu gosto de compartilhar com meus amigos, seguidores e ouvintes. E é justamente isso que faço agora, indicando um filme.

Como fiquei impossibilitado de ir à igreja neste final de semana, estando em casa, resolvi pesquisar e escolher um filme interessante no Youtube para assistir. E encontrei! O blog reproduz o filme dublado, completo. Veja abaixo.

De início eu hesitei em dedicar um tempo para assisti-lo, mas me convenci de que deveria dar um crédito a ele por tratar de questões que provocam discussão e estão intrinsicamente ligadas ao rádio.

O nome do filme é “Radio Rebel” (“A Rebelde da Rádio”, na tradução livre). Embora seja um filme bem ‘teen’ - adolescente - eu recomendo, pela abordagem que ele faz do rádio no desenrolar da história.

Este filme mostra como uma emissora pode influenciar as pessoas, independente da plataforma. Hoje em dia, por exemplo, a gente tem o crescimento das web-rádios e podcasts se popularizando na internet.

Essa influência, porém, depende muito de quem está fazendo uso do microfone. Deve ser alguém que, mesmo no anonimato, inspire, motive, passe confiança e seja capaz de mexer com o imaginário do ouvinte.

“A Rebelde do Rádio” mostra que além do conteúdo específico é importante adaptar a linguagem para o público ao qual você está falando naquele momento, procurando se aproximar dele. Eis a “receita”.

Na sinopse do filme, a jovem Tara Adams é uma menina bastante tímida que teme falar em público. Mas na privacidade de seu quarto, com um iPod na mão, ela ganhou a oportunidade de fazer transmissões para uma grande rádio.

Este filme é revelador, pois muitos amigos meus, profissionais do rádio, são muito tímidos para falar em público. Todavia, quando estão num estúdio eles mostram tamanha habilidade na comunicação.

Em “A Rebelde do Rádio”, uma moça anônima deixa o improviso do quarto para transmitir do estúdio de uma estação de rádio famosa de Miami, EUA, em virtude do sucesso que ela começou a fazer na internet.

É bom registrar também que há quem esteja deixando grandes estúdios para transmitir de casa. Eu conheço alguns. O radialista Flávio Siqueira, por exemplo, está ao vivo pela manhã na sua web-rádio.

O Flávio é uma referência para mim. Não sei dizer se ele continua no ar em uma grande rádio. O que sei é que ele faz um programa na rádio Vagalume, inclusive com participação dos ouvintes. Ouça http://www.webradiovagalume.com/

Ainda aprendendo a fazer uso da plataforma virtual, eu já caí na onde de transmitir de casa. Apesar de não estar ao vivo, pela instabilidade da internet, todo sábado apresento um ‘programinha’ na minha web-rádio.

O endereço para você curtir a minha web-rádio é www.paraibawebradio.com Acesse a PB Web Rádio, ouça, curta e compartilhe se gostar! Eu preciso de ajuda para fazer sucesso na internet e aumentar a audiência (risos)... 

Outro ponto fundamental para o sucesso de uma rádio é o marketing. As grandes rádios ‘aparecem’. O filme aborda isso, rapidamente. É possível observar cartazes, posts em redes sociais e até em veículos divulgando a rádio.

Eu lamento que diretores não tenham essa visão e a devida liberdade de fazer o marketing externo e interno para promover nossas rádios. O que interessa aqui na minha cidade é tirar proveito político no rádio. Nada mais.

Este filme usa o rádio, que tem o poder de motivar e também decepcionar as pessoas, para nos propor a ser diferentes - autênticos -, rejeitando padrões e defendendo aquilo que a gente acredita.

Eu acredito num rádio melhor, amanhã. E você? Por amar o rádio e tê-lo como parte da minha vida, eu recomendo “A Rebelde do Rádio”, principalmente para quem faz rádio como eu. Insisto: não deixe de ver e analisar este filme.

Eu me empolguei aqui, gente: não iria escrever isso tudo no blog, queria apenas sugerir este filme. Agora, então, isso virou artigo para a editoria de #Comunicação Assista, comente e compartilhe se você gostar! #Cultura #SintoniaFina #Comunicação

Filme completo  


Você pode gostar também

0 comentários