Editorial: É Hora da Notícia

Olá. A partir de hoje, após concluir o Conexão 90 Graus, eu dou sequencia a programação da Guarabira FM apresentando um breve noticiário ao...

Olá. A partir de hoje, após concluir o Conexão 90 Graus, eu dou sequencia a programação da Guarabira FM apresentando um breve noticiário ao lado do jornalista Antônio Santos, meu amigo.

Embora isso seja novidade na emissora, da qual faço parte há 11 anos, essa não é a minha primeira vez como âncora de um programa jornalístico. Eu já fiz algo semelhante em outras oportunidades.

Porém, passa a ser, a partir de então, uma nova experiência. Afinal, eu e Antônio Santos nos propomos a apresentar algo novo no horário, um formato diferente do que já tem no radiojornalismo local.

Adianto que não me ofereci para ocupar o horário. Assim como Antonio, fui convidado e convencido a aceitar estar aqui. Acredito, contudo, que há gente mais preparada do que eu para esse ofício no momento.

Como todos sabem, minha maior paixão é poder continuar produzindo e apresentando o Conexão 90 Graus, e proporcionar, assim, uma tarde mais agradável aos ouvintes da Guarabira FM. Tem sido assim ao longo desses 11 anos.

No rádio guarabirense, minha especialidade tem sido em outro segmento: o musical, porém com prestação de serviço. No entanto, tudo coopera para o nosso crescimento profissional e, sobretudo, como cidadão. Em Deus, tudo coopera para o nosso bem.

Aqui estou, então, para dar minha modesta contribuição como profissional do rádio, veículo pelo qual tenho paixão – tanto que, além de viver dele, o rádio também virou meu objeto de estudo e pesquisa na academia. Agora atou também no jornalismo da Guarabira FM. 

Eu não estou aqui para agradar o patrão, mas sim o ouvinte. Ele é o responsável pelo nosso sucesso. Posso tentar ser propício aos dois, com as devidas correções, dentro das minhas limitações e, considerando, minha linha de trabalho.

Se por acaso o meu estilo de fazer jornalismo, que é bastante evidente em meus artigos no blog, não estiver dentro dos padrões desejados pela emissora para ocupação desse espaço, a direção sabe o que fazer...

Sou amigo de Paulo Costa, meu diretor; e de políticos influentes e de coerência como Raniery, Fátima e Roberto Paulino, por exemplo. Agora, parafraseando Aristóteles em relação a seu amigo Sócrates: “sou amigo de todos vocês. Mas sou mais amigo da verdade.”

Bem vindos! Estamos apenas iniciando a Hora da Notícia. #Editorial #SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários