Áudios: Pâmela revela contato com Cássio e diz: "Meu inimigo é Ricardo"

Do Click PB O Portal Clickpb teve acesso com exclusividade a uma prova de que a 'queda d...

Do Click PB

O Portal Clickpb teve acesso com exclusividade a uma prova de que a 'queda de braço' entre a ex-primeira-dama Pâmela Bório e o governador Ricardo Coutinho (PSB) extrapolou os limites da relação conjugal e da briga pela guarda do filho do casal. Uma gravação em áudio mostra Pâmela, em conversas por telefone e pessoalmente com terceiros, revelando seu contato com o senador Cássio Cunha Lima, adversário político do chefe do Poder Executivo estadual, depois que a ex-secretária de Saúde de João Pessoa teria supostamente interferido em seu processo na Justiça.

"Se lembra que Roseana deu um bloqueio no meu advogado. O advogado que eu tava, o sócio dele era irmão de Roseana Meira. Pois é, aí Roseana mexeu os pauzinhos", diz a ex-primeira-dama, com voz de indignação, e continua: "Peguei o contato de Cássio e falei pra ele. E ele falou, não, não confie mais nele não", conta Pâmela Bório na gravação.

Conforme os áudios, Pâmela pretendia se vingar do governador, como dá a entender quando diz: "Ele vai ver o que é covardia" e "Meu inimigo é Ricardo". Além disso, afirma: "Pra eu não me dar mal, eu não vou ter que quebrar só as pernas de Ricardo...".

Em outro momento, a ex-esposa de Ricardo Coutinho fala com desespero da sua situação. "Eu já caí! Você não entendeu que eu já caí? Eu já caí, eu não tenho mais nada a perder. Eu já caí, o problema é que eu to arrastando todo mundo junto comigo", diz a ex-primeira-dama, que ainda afirma não ter medo de ser processada porque não teria como ser punida financeiramente, já que não tem bens no seu nome.

Recentemente, a Justiça decidiu sobre a guarda do filho do casal, determinando a casa do pai, o governador Ricardo Coutinho, como lar referencial. Mas a jornalista Pâmela Bório continua podendo ver o menino e ficar com ele nos finais de semana.

No início de junho, Pâmela chegou a ser acusada pela babá de agressão e ameaças, chegando a ser levada coercitivamente para a delegacia para prestar depoimento. Segundo Pâmela, teria sido a babá que a agrediu.



***

#Política #Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários