Dom Aldo nega impedimento pelo Vaticano e desafia denunciantes a mostrar provas

Do Parlamento PB O arcebispo Dom Aldo Pagotto tem evitado se pronunciar sobre as constantes d...

Do Parlamento PB

O arcebispo Dom Aldo Pagotto tem evitado se pronunciar sobre as constantes denúncias anônimas que surgem na imprensa a cada semana. Orientado por seus advogados, o religioso tem adotado a postura de não rebater as informações, por não ver dados substanciais que não restrinjam as notícias a meros boatos. O jornalista Eisenhower Almeida, responsável pela Pastoral de Comunicação da Arquidiocese da Paraíba, falou ao ParlamentoPB que dom Aldo está cumprindo agenda normal de arcebispo, negando, desta forma, o suposto impedimento determinado pelo Vaticano à sua atividade presbiteral.

"O que ele pede é que quem fez as denúncias, que mostre a cara e prove as informações, porque é muito fácil se esconder atrás do anonimato e a única cara a ser dada para bater ser a dele", diz o jornalista.

Eisenhower acrescentou que, neste sábado, o arcebispo esteve no município de Mataraca, onde presidiu celebração de crisma. O mesmo sacramento foi conferido neste domingo, no município de Serra Redonda. "Não há nenhum impedimento em ordenar padres ou diáconos", completa Eisenhower.

Por cumprir agenda no interior do estado, talvez demore um pouco, na visão do jornalista, para que o arcebispo leia a reportagem deste domingo do Jornal da Paraíba, e decida se vai respondê-la por meio de nota ou não. Ele disse, ainda, que a reportagem trouxe uma série de notícias velhas, já comentadas anteriormente, e que a única novidade seria esse suposto impedimento do Vaticano, o qual nega ser procedente.
***

#Sociedade 

Você pode gostar também

0 comentários