Número de municípios com Wi-Fi cresceu 83,2% em dois anos, diz IBGE

Por  Paula Bianchi, do  UOL, no Rio O número de municípios que oferecem algum tipo de conexão Wi-Fi pública no Brasil cresceu 83,2% ent...

Por Paula Bianchi, do UOL, no Rio

O número de municípios que oferecem algum tipo de conexão Wi-Fi pública no Brasil cresceu 83,2% entre 2012 e 2014, segundo dados do Perfil dos Municípios Brasileiros (Munic) 2014, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (26). Entretanto, ainda são poucas as cidades que oferecem o serviço.

De acordo com a pesquisa, em 2014, 1.457 cidades do país - 26,2% - tinham alguma conexão gratuita neste modelo contra 795 municípios em 2012, o equivalente a 14,3%.

A presença do Wi-Fi, no entanto, não é garantia de conexão. De acordo com a pesquisa, em 62,4% dos municípios o serviço é oferecido apenas em alguns bairros da área urbana e apenas 79 cidades disseram prover Wi-Fi em toda a sua extensão.

Mesmo nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, conseguir conectar nos pontos de Wi-Fi público é um desafio. Na capital fluminense, o UOL visitou sete locais em que a internet pública deveria funcionar sem restrições, mas só conseguiu entrar nas redes sociais nas praias do Leblon e Ipanema, que figuram no topo das áreas mais nobres e turísticas da cidade. Já em São Paulo, a reportagem foi a cinco lugares que contam com o serviço, mas só conseguiu conexão boa em dois pontos.

"Pega e cai, pega e cai, isso nas raras vezes em que funciona. No posto 12, às vezes você consegue conectar para mandar um e-mail", diz o corretor de imóveis e morador do Leblon, Henrique Cunha Machado de Oliveira, 52. Para o médico Wellington Jorge Pinto, 58, vizinho de Oliveira, o serviço serve apenas como "enfeite". "A rede aparece, mas não conecta. Já desisti de tentar", diz.

Pela primeira vez, o IBGE pesquisou também quantos Estados têm conexão Wi-Fi pública, parte do Perfil dos Estados Brasileiros 2014. Mais da metade das Unidades da Federação – 51,9% - informaram disponibilizar o serviço de forma gratuita.

Entre os Estados que disseram disponibilizar alguma forma de conexão pública Wi-Fi destacam-se os Estados do norte do país, em que apenas Rondônia, Roraima eTocantins não oferecem o serviço.
***

#Política #Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários