PHA e o 4º Poder

O jornalista multimídia Paulo Henrique Amorim, que assina o Blog Conversa Afiada – de linha editor...

O jornalista multimídia Paulo Henrique Amorim, que assina o Blog Conversa Afiada – de linha editorial bastante alinhada com os interesses do PT, tanto que chegou a receber 618,2 mil por propaganda de empresas estatais federais – está lançando “O Quarto poder: Uma outra história” (Hedra). Mesmo assim, eu gosto do Paulo.

O lançamento do novo livro de PHA ocorre no próximo dia 03 de setembro em São Paulo (SP). Eu já encomendei meu exemplar. Quero ler. Aguardo, apenas, pela entrega dos Correios – empresa que orgulhava os brasileiros, mas que há muito tempo deixou de ser pontual nas entregas de encomendas e correspondências.

O Blog do Ikeda reproduz alguns vídeos publicados no Blog Conversa Afiada, de entrevistas concedidas por Paulo Henrique Amorim, a sites e revistas, a cerca do lançamento de seu livro. Acompanhe:

*** 
Publicado em 18/08/2015

Novo vídeo: PHA disseca o Quarto Poder

Uma outra história!


Publicado em 21/08/2015

Os cinco mais daninhos:

Mino e Lirio com PHA

Quem o Roberto Marinho queria queimar na Auschwitz do Globo


Publicado em 22/08/2015

PHA anuncia o próximo livro:
não me calaram!

Um carioca esperrrto conta o que vai fazer depois do “Quarto Poder”


Publicado em 26/08/2015

O Quarto Poder –
Uma outra história de PHA

Lançamento em SP, no dia 3 de setembro, às 19h30, da Livraria Saraiva do Shopping Higienopólis

Publicado em 27/08/2015

O Quarto Poder:
Roberto Marinho governou o Brasil


Mais uma história do livro de PHA, que será lançado no dia 3 de setembro, em São Paulo.



Publicado em 28/08/2015
Nassif, PHA e o 1º Poder (da Globo)

Como o Governo militar tirou os americanos da sociedade com a Globo

Conversa Afiada reproduz trechos de uma entrevista que Luis Nassif fez com Paulo Henrique Amorim sobre o “O Quarto Poder – uma outra história”.

O papel da TV Excelsior.

O padrão Boni de qualidade.

Repórter sem voz não entrava no jn – e tinha que ter mais de 40 anos…
Caco Barcelos é um cânone.

Bial e Fátima, não.

Collor não ia comer pela mão do Roberto Marinho.

Como caiu um diretor de jornalismo da Globo, Alberico de Souza Cruz – pai e filho da edição do jornal nacional com o debate Collor vs Lula: ele se achou forte demais!


Você pode gostar também

0 comentários