Twitter acaba com limite de 140 caracteres para mensagens diretas

Do G1 O Twitter pela primeira vez rompe uma de suas principais características e permite o en...

Do G1

O Twitter pela primeira vez rompe uma de suas principais características e permite o envio de mensagens diretas, as DMs, com mais de 140 caracteres. A mudança na rede social começa a valer a partir desta quarta-feira (12) em todas as principais plataformas, como aplicativos para Android e iOS e em navegadores.

A iniciativa faz parte de uma série de medidas tomadas nos últimos meses pela empresa que têm alterado bastante a rede social com mais de 316 milhões de usuários em todo o mundo. Entre elas estão a possibilidade de comentar retweets, a simplificação da sessão de “trending topics” e um serviço de auto-atendimento de publicidade.

Segundo o gerente de produtos para mercados internacionais do Twitter, o brasileiro Rafael Dahis, a ideia é facilitar a maneira como os usuários acessam a rede social em busca do que está acontecendo no mundo e para se comunicar. “O ritmo de mudanças vai continuar intenso até o final do ano”, afirma.

Ele conta que a quebra do limite de caracteres nas DMs foi uma demanda criada pelos próprios usuários, que desejam comentar entre si os principais assuntos em evidência na rede social de forma privada e, o mais importante, sem ter de quebrar suas mensagens.

Mesmo que 80% dos acessos ao Twitter ao redor do mundo sejam feitos através de dispositivos móveis, não há planos para o lançamento de um aplicativo próprio para a troca de mensagens, a exemplo do que o Facebook realizou com seu Messenger. Pelo menos por enquanto, o objetivo não é rivalizar com plataformas do tipo, como o Whatsapp.

Novas

Outra das novidades que devem ser lançadas nos próximos meses, também fruto de comentários dos usuários, é a lista de “trending news”, que reúne as notícias mais engajadas ao longo do dia. Em uma nova, um algoritmo será o responsável por elencar os links mais interessantes.

“As pessoas já utilizam o Twitter para se manter informadas do que acontece no mundo”, afirma Dahis, ao contar que a ideia teve origem no Japão, onde o hábito de se acompanhar notícias pelo Twitter é muito forte. Após ser testado no país, o serviço atualmente é experimentado nos EUA, mas pode chegar ao Brasil em alguns meses.

Projeto Lightning

A maior mudança prometida pela empresa ainda é envolvida em segredo. O projeto Lightning, como foi batizado pelo Twitter, promete ser central para o futuro da rede social. “O Lightning é o nosso grande projeto secreto”, diz Dahis, ao justificar a falta de informações a respeito.

Tudo o que ele pôde falar é que se trata de uma iniciativa que vai destacar os principais momentos do Twitter, utilizando imagens, vídeos e até material produzido pela própria empresa. Apesar do mistério, ele garante que o projeto está em andamento, tanto que equipes estão sendo contratadas “em alguns dos nossos principais mercados”.

O Brasil, país com o quinto maior número de usuários na rede social, faz parte deles? Isso ele ainda não pode dizer.
***

#Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários