Advogados do PSDB descobrem que sobrinha de RC (do Caso Pâmela) é funcionária do TJ e assinou ação no TRE

Do Blog do Helder Moura Há coisas que acontecem aparentemente desconectadas e trazem efeitos in...

Do Blog do Helder Moura

Há coisas que acontecem aparentemente desconectadas e trazem efeitos inesperados. No âmbito desse Caso Pâmela Bório, por exemplo, surgiu uma informação em princípio sem maior importância política, mas eis que terminou tendo. Pâmela, como se sabe, denunciou ter sido agredida por uma sobrinha do governador Ricardo Coutinho, Carolina Vieira Coelho (mais em goo.gl/KgzZz4).

A agressão foi negada pelo advogado Antônio Fábio Rocha Galdino, do governador. Mas, o fato chamou a atenção dos advogados do PSDB. Eles descobriram que Carolina foi uma das advogadas que subscreveram a AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) nº 2010-06.2014.6.15.0000 na eleição de 2014 (Mais em http://goo.gl/Upm26Y). E até ai, aparentemente, nada demais. Porém…

Os advogados do PSDB descobriram que Carolina “é funcionária do Tribunal de Justiça, lotada no gabinete do presidente do TJ, desembargador Marcos Cavalcanti, desde dezembro de 2013 e, portanto, não poderia atuar como advogada do governador naquela ação, isto constitui exercício ilegal, pois funcionário do Tribunal de Justiça não pode advogar”.

Os advogados enviaram, inclusive, documentos comprobatórios de que ela continua funcionária do TJ, como “assessora das comissões permanentes e temporárias”.

Segundo ainda os advogados do PSDB, Carolina é também esposa de Yuri Simpson Lobato, que vem a ser presidente da PBPrev.

ATO DE NOMEAÇÃO EM DEZEMBRO DE 2013

RELAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DO TJ NO MÊS DE AGOSTO DE 2015


CÓPIA DA AIJE QUE A ADVOGADA SUBSCREVEU…



Você pode gostar também

0 comentários