Alerta para setembro: Raios ultravioletas aumentam na PB, temperatura não chega a 30ºC

Do Mais PB Índices extremos de raios ultravioletas são esperados durante este mês na Paraíba. De acordo com a Agência Executiva de Gest...

Do Mais PB

Índices extremos de raios ultravioletas são esperados durante este mês na Paraíba. De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), em setembro há uma menor concentração de nuvens sobre o Estado e o consequente aumento da radiação ultravioleta, que oferece riscos à saúde. A temperatura porém não deve chegar aos 30º.

Em dias mais quentes os índices de raios ultravioletas podem chegar a 14, numa escala que vai até 16.  “A intensidade costuma ser mais alta quando o céu está claro. Mas dias nublados também podem oferecer perigo, principalmente para pessoas de pele sensível. Por isto é importante evitar a exposição ao sol do horário das 9h às 15h e se manter bem hidratado”, explicou o gerente de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, Alexandre Magno. A radiação ultravioleta é dividida em três partes, UV-A, UV-B e UV-C, sendo a B a que oferece riscos à saúde. “O excesso de exposição pode causar cegueira, envelhecimento cutâneo e até câncer de pele”, acrescentou.

Setembro também marca o início do período de estiagem na Paraíba, ou seja, a época em que há menos chuva. Além disto, acontece um aumento gradativo da temperatura. “A chegada da primavera está próxima. Este ano será no próximo dia 23. Nesta época, o calor costuma aumentar até dezembro, quando teremos o verão. Mas isto é normal, faz parte do ciclo  climático do Estado, que todo o ano se comporta dessa maneira”, explicou a meteorologista Carmem Becker.

No caso de João Pessoa, a temperatura média, que em agosto é 25.4ºC, sobe para 27.5ºC em setembro. Em Campina Grande, nos mesmos meses os termômetros marcam 21.7ºC e 23.6ºC. Em Monteiro, 23ºC e 24.5ºC. Já em Sousa, a variação é menor, 26.3ºC e 26.5ºC.
***

#Sociedade 

Você pode gostar também

0 comentários