Corpo de Bombeiros nega retaliação contra concursados com trabalhos de capina e faxina

Do Blog do Helder Moura O Comando do Corpo de Bombeiros da Paraíba enviou nota ao Blog, a ...


Do Blog do Helder Moura

O Comando do Corpo de Bombeiros da Paraíba enviou nota ao Blog, a respeito da postagem, reportando denúncia dos concursados de retaliação, por terem levado ao conhecimento da Imprensa suposta manobra do Governo do Estado, para adiar suas contratações. Conforme a denúncia, os concursados foram obrigados a capinarem mato e realizarem faxina no quartel.

Na nota, o Comando do CBP sustenta que “não apoia e nem tão pouco irá permitir a realização de qualquer tipo retaliação nesses alunos ou em qualquer outro membro da Corporação, pois defende os direitos fundamentais, as garantias individuais e coletivas, respeitando a dignidade da pessoa humana, sobretudo, por meio de um processo de formação técnico e humanizado”.

Confira nota na íntegra:

O Corpo de Bombeiros Militar esclarece que os componentes curriculares do Curso de Formação de Soldados foram analisados pela Diretoria de Ensino e Instrução e detectou-se que ainda faltam disciplinas serem finalizadas, como também o cumprimento do período de estágio.

A referida capacitação profissional está em andamento, e nessa fase, além das aulas teóricas, exige-se a necessidade de realização de estágios operacionais nos diversos Batalhões e Companhias do Estado da Paraíba, momento no qual é possibilitado a consolidação do período de formação técnica desses futuros soldados do Corpo de Bombeiros.

Desta forma, o Comando estará cônscio que entregará a sociedade profissionais preparados para cumprirem com a missão de proteger, servir e defender a vida, o patrimônio e meio ambiente nos diversos tipos de atendimento prestados à comunidade.

Salientamos ainda que o foco de nossa formação busca a excelência na prestação de serviços de qualidade à sociedade, portanto, deve-se proporcionar aos alunos soldados uma formação técnica abrangente e multidisciplinar.

Devido algumas denúncias veiculadas nos últimos dias, o Comando do Corpo de Bombeiros Militar deixa claro que não apoia e nem tão pouco irá permitir a realização de qualquer tipo retaliação nesses alunos ou em qualquer outro membro da Corporação, pois defende os direitos fundamentais, as garantias individuais e coletivas, respeitando a dignidade da pessoa humana, sobretudo, por meio de um processo de formação técnico e humanizado.

E por fim, ressaltamos que o objetivo é cumprir o planejamento pedagógico, e que a Diretoria de Ensino e Instrução do CBMPB, após finalizar análise dos componentes curriculares do Curso, constatou que a conclusão deste será realizada em outubro.

Assessoria de Comunicação do CBMPB”.
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários