Prefeitura de Guarabira faz sorteio e doa lotes para famílias carentes da comunidade do Escrivão

Da assessoria da PMG O prefeito Zenóbio Toscano e o secretário de Infraestrutura Marcus Diogo...

Da assessoria da PMG

O prefeito Zenóbio Toscano e o secretário de Infraestrutura Marcus Diogo participaram na tarde desta quarta-feira (16) de um sorteio de lotes de terreno pertencente a Prefeitura de Guarabira na comunidade rural do Escrivão. Vinte famílias foram beneficiadas com os lotes onde poderão construir suas moradias.

As famílias comtempladas foram previamente relacionadas pela gestão em parceira com a Associação de Moradores do Escrivão e Sapucaia, e o sorteio aconteceu de forma idônea e isonômica na presença dos próprios beneficiados, na Escola Municipal Antônio Ferreira de Souza.

Durante os próximos dias a Prefeitura estará enviando para a Câmara Municipal um projeto regularizando a doação, e posteriormente receberá a documentação dos beneficiados para criação das escrituras das doações. Por se tratar de um benefício destinado a famílias que realmente necessitem de moradias, os contemplados não poderão vender os lotes ou as casas construídas.

Já na próxima semana a Prefeitura fará a limpeza do terreno e a marcação dos lotes, que medem 6X15 metros.

Conforme Antônio Laurentino dos Santos, presidente da associação, esse “era um sonho da população, e o prefeito quando promete, ele promete e faz, e nós só temos a agradecer ao prefeito. A comunidade só tem a agradecer, por que isso e um sonho de 30 anos. Essas pessoas sorteadas são as que moram com os pais, e não tem condição de comprar um terreno, e um terreno aqui no Escrivão custa e 5 a 8 mil reais. E os terrenos sendo doados esse dinheiro já pode ser usado para ser iniciadas as casas. Esse benefício é uma obra de Deus e uma obra do prefeito.”

Segundo o prefeito Zenóbio, além de doar os lotes, a administração ajudará no que for possível, como na implantação de água e energia no loteamento, e como forma de incentivo dará a cobertura da primeira residência que levantar as paredes da casa.

Ao final do sorteio os contemplados demostraram bastante alegria por essa grande conquista e fizeram questão de agradecer ao prefeito.
***

#Instituição #Política 

Você pode gostar também

1 comentários

  1. Fundar vilas na zona rural seria uma boa ideia, SE viesse acompanhada de toda infra estrutura o que parece que não virá, numa parte de Tananduba existe um vilarejo que é conhecida como "favela". Ajuntar uma porção de pessoas na cidade já é complicado, imagine na zona rural que se faz necessário oferecer uma forma de gerar renda para o sustento das famílias. Fazer um protótipo é perigoso para o futuro no convívio dessas pessoas, esse detalhe: " e como forma de incentivo dará a cobertura da primeira residência que levantar as paredes da casa". apenas confirma um futuro conturbado, não é assim que se assenta agricultores carentes sem informações e formação educacional.

    ResponderExcluir