A foto da discórdia

No início da semana, o empresário João Rafael de Aguiar (PTB) deu declarações fortes em relação à p...

No início da semana, o empresário João Rafael de Aguiar (PTB) deu declarações fortes em relação à presidência do PSB de Guarabira (PB), que tem o radialista e advogado Célio Alves, de Marí, como presidente da Comissão Provisória da legenda.

O empresário disse que a liderança do PSB local está, junto com uma ‘patotinha’ de mais 2 ou 3, impossibilitando uma aliança com o PMDB de Roberto Paulino, por exemplo, e perseguindo funcionários públicos que forem vistos ao lado de lideranças de outros partidos.

Ciente de que com essa prática as oposições não vão a lugar algum, senão beneficiar o grupo do atual prefeito de Guarabira Zenóbio Toscano (PSDB), João Rafael foi além: ele ‘detonou’ a Presidência do PSB do município e quer comandar o partido em Guarabira.

Seu João deixou claro que só retoma as negociações de tentar unir as oposições, se o PSB local estiver sob o seu comando. Eis a condição. O dono das rádios Cultura AM e Rural AM mandou o recado, chamando, de forma clara, a atual presidência do PSB de incompetente para tal função.

A resposta vem. E não vai demorar. Alguém duvida?

Porém, talvez para provocar o empresário e ignorar suas declarações, lideranças “girassóis” se juntaram após seu programa político na tarde de domingo, e, na porta da emissora, fizeram uma foto que tem sido vista como uma provocação ao dono da rádio. A foto da discórdia. 

Minha solidariedade a seu João.

Dizem até que se João Rafael tivesse chegado na hora do registro fotográfico ele seria ‘barrado’ e impedido de entrar na sua empresa. Eu, porém, não sei até que ponto isso seria possível. Mas, afinal, há alguém nessa foto que não tenha contracheque do Estado?


O que se comenta nos bastidores da política guarabirense é que, depois das declarações de JR, alguém vai ‘cair’. E tudo indica que é o atual comandante do PSB de Guarabira, Célio Alves, secretário executivo de Comunicação do Governo do Estado.

Depois da entrevista de João Rafael, Célio Alves também adiantou que seu nome não está à disposição do partido para sair candidato nas eleições municipais de 2016. Com JR no comando do PSB, então, caberá aos demais integrantes da ala 'girassol' escolher de que lado ficar.

O problema é que só resta uma opção: ficar do lado quem estiver no comando. 

Se João Rafael e Célio Alves têm votos, eu não sei. Acredito, no entanto, que JR tem mais influência de que CA. E isso aumenta a probabilidade dele comandar o PSB. Diferente de Célio, que usa cargos no Governo para empregar, João gera empregos diretos na cidade. Isso basta.


"Somos madeira de lei que cupim não rói" (frase que Célio Alves, líder do PSB de Guarabira, costuma expressar em suas entrevistas)

Você pode gostar também

0 comentários