Cássio quer cassação de Dilma no TSE e pede nova eleição em 2016

Do Mais PB Apesar de admitir a possibilidade de um impeachment da presidente Dilma Rousseff p...

Do Mais PB

Apesar de admitir a possibilidade de um impeachment da presidente Dilma Rousseff por improbidade administrativa, o líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima, defende uma cassação da petista no Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) para que aconteça nova eleição no país.

Em entrevista ao programa ’60 Minutos’, apresentado pelo jornalista Heron Cid, na Rádio Arapuan FM, Cássio sustentou que o novo pleito para presidente poderia acontecer no mesmo dia da escolha dos prefeitos e vereadores para não causar nenhuma despesa a nação.

“A Justiça Eleitoral estará toda mobilizada com seus mesários para o pleito municipal e não vai custar um centavo a mais permitir que os brasileiros escolham um novo presidente”, destacou Cássio.

Para isso, Cássio Cunha Lima disse que pretende juntar aos documentos de ações contra a petista no TSE, a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), que reprovou as contas de Dilma referente ao ano de 2014.

Cássio argumenta que um processo de Impeachment não resolveria o problema da crise política que passa o Brasil.
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários