Girassóis lançam pré-candidato a prefeito de Guarabira dia 8

Célio Alves Do Política&etc Reunidos na noite da última sexta-feira (23), os partidos e...

Célio Alves
Do Política&etc

Reunidos na noite da última sexta-feira (23), os partidos e lideranças que compõem o Grupo Girassóis decidiram marcar para o dia 8 de novembro uma plenária em que pretendem lançar os pré-candidato a prefeito de Guarabira. De acordo com Célio Alves, presidente do PSB, a decisão foi tomada por unanimidade. “O consenso entre os companheiros é no sentido de que devemos apresentar a Guarabira as opções que temos para, brevemente, escolhermos um único nome e com base em pesquisa interna a ser realizada”, afirmou ele.

Segundo Célio Alves, com as pré-candidaturas do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) e do empresário Deda Claudino (PMDB), cresceu a inquietação das lideranças e da população para o Girassóis definisse seu candidato, além da própria cobrança da direção estadual do PSB nesse sentido. “Dia 8 será a vez dos pré-candidatos, pois cerca de cinco companheiros já manifestaram interesse. Em janeiro, escolhemos o nosso pré-candidato entre estas opções que surgem”, adiantou.

O presidente do PSB ainda revelou que, em consonância com a direção estadual do partido, com as lideranças de outras legendas e com o governador Ricardo Coutinho, uma condição indispensável para o nome a ser definido é estar ou se filiar ao PSB. “Caso escolhamos alguém que ainda não está no PSB, essa filiação ocorrerá em março, pois, na hipótese de ser um vereador, ele poderá naquele mês ingressar no partido sem risco de perder o mandato, devido à aprovação legal dessa autorização para que se troque de partido nos trinta dias que antecedem o prazo de filiação”, informou.

Célio Alves ainda revelou que qualquer militante girassol poderá, na plenária, inscrever-se como pré-candidato e defender seu nome. “Nenhum grupo político está escolhendo seu candidato de maneira democrática como o Girassóis. Esse é mais um dos nossos diferenciais”, destacou o presidente socialista.
***

#Política 

Você pode gostar também

0 comentários