Intervalos Instrumentais chega a Guarabira e João Pessoa na segunda etapa

Do Sesc/PB O Sesc Paraíba realiza, nos dias 15 e 16 de outubro, a segunda etapa do projeto In...

Do Sesc/PB

O Sesc Paraíba realiza, nos dias 15 e 16 de outubro, a segunda etapa do projeto Intervalos Instrumentais 2015, nas cidades de Guarabira e João Pessoa, respectivamente. Nesta etapa, a guitarra do pernambucano Luciano Magno, convidado do Sesc, se junta a Romero Araújo, no Sesc Guarabira, e ao Rubacão Jazz Big Band, no Sesc Centro João Pessoa, às 20h. Com três etapas programadas até o final do ano, o evento tem como destaque, em cada uma delas, a apresentação de um artista local, selecionado através de Edital, com a participação de um artista especialmente convidado pelo Sesc. A cada fase, um instrumento estará em evidência, e todas elas serão acompanhadas de um workshop ministrado pelo convidado.

O projeto Intervalos Instrumentais é uma realização do Sesc, desenvolvido desde 2012, com o objetivo de difundir a prática da música instrumental em seus diversos gêneros, valorizar e incentivar a formação de novos grupos no Estado e proporcionar o intercâmbio de experiências práticas entre os músicos participantes, além de realizar workshops em cada etapa do evento. Já se apresentaram no palco do projeto artistas como Xisto Medeiros, Costinha, Lucy Alves, Zé Filho, Beto Preah Parayba, Edu Araújo, Vera Figueiredo, Arthur Maia, Toninho, Ferragutti, Sydnei Carvalho, Róger Franco, entre outros grandes nomes da música instrumental brasileira.

O Sesc Centro João Pessoa está localizado na rua Desembargador Souto Maior, 281, Centro. Já a unidade de Guarabira fica na rua Coronel José Maurício da Costa, 290, São José. Para mais informações sobre o projeto, os interessados podem entrar em contato através do número (83) 3208-3194.

Sobre os artistas

Luciano Magno é guitarrista, compositor, arranjador e produtor musical. Magno é um virtuoso da guitarra e um dos novos nomes da música instrumental brasileira. Sua música traz uma representatividade marcante para o instrumento, transitando com muita fluência no universo do frevo, do samba, da bossa, do choro e do baião. Nascido em Paulo Afonso – BA e radicado no Recife, sua carreira musical começou na capital pernambucana nos anos 90 e lançou seu primeiro álbum instrumental, Liberdade, em 2000, pela gravadora Polydisc com distribuição da Sony. O álbum conta com a participação de nomes como Naná Vasconcelos, Dominguinhos e Heraldo do Monte, lhe rendeu várias críticas positivas e menções em diversas revistas do gênero.

A Rubacão Jazz Big Band é um projeto de extensão criado em 2013, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Coordenado pelo professor Alexandre Magno, o grupo tem formação de Big Band (orquestra de origem americana contendo trompetes, trombones, saxofones, guitarra, piano, baixo, bateria e instrumentos de percussão). A Rubacão Jazz toca ritmos que variam do jazz ao frevo, interpretando sons genuinamente brasileiros, em outra roupagem, fazendo uso de metais, guitarra, piano, baixo e instrumentos de percussão.

Romero Araújo iniciou sua trajetória musical aos 16 anos, tocando em bandas locais. Atua em grupos instrumentais como: Trio Parayba Sim Sinhô, Combo Jazz, Paraíba SkaJazz Foundation e principalmente no Other Fusion, grupo liderado por ele, onde participou de Festivais a Nível Nacional. Suas maiores influências são: Rock, Blues, Samba, Bossa-Nova e Jazz. O guitarrista participa de trabalhos com diversos artistas do estado, como Side Man, além de atuar em produções e gravações.
***

#Cultura #Música

Você pode gostar também

0 comentários