Tomara que Caia corta interatividade e passa a ser exibido pré-gravado

Por Daniel Castro, do Notícias da TV Anunciado em julho como o "primeiro programa ao viv...

Por Daniel Castro, do Notícias da TV

Anunciado em julho como o "primeiro programa ao vivo que mistura humor, game e interatividade", Tomara que Caia deixará de ser ao vivo. Por conta disso, deixará também de ser interativo _pelo menos para as pessoas que votam de casa, usando um aplicativo de telefone celular, e decidem o desdobramento da encenação.

A partir o próximo domingo (25), o humorístico da Globo passará a ser exibido pré-gravado, ou seja, previamente editado, o que permitirá à emissora remover piadas e comentários que julgar indesejáveis. A explicação oficial é a de que, como o programa deixou de ter elenco fixo, ficou difícil juntar bons convidados aos domingos, dia de descanso para alguns e de shows e teatro para boa parte deles.

Assim, o Tamara que Caia será gravado durante a semana. A interatividade só não será totalmente extinta porque o auditório continuará decidindo qual grupo continua interpretando o texto e por quais trollagens passará.

Para o diretor do programa, Carlo Milani, as características principais serão mantidas. "É um formato desafiador desde o começo, pois fazemos uma peça de teatro por semana, com novo texto, novos personagens e um novo cenário a cada episódio. Manteremos a dinâmica do 'ao vivo', já que a plateia continua a participar e a interferir na cena. O espirito do programa, com muito improviso, continua o mesmo", diz.

Inicialmente, Tomara que Caia teria 12 edições. Em setembro, quase teve sua duração encurtada em dois programas, para dar lugar aos shows do Rock in Rio. Mas, graças a participações especiais, o programa se recuperou no Ibope e ganhou sobrevida. Primeiro, foi esticado até o final deste mês. Em seguida, foi programado até 29 de novembro.

Ontem (18), perdeu por um décimo no confronto com Programa Silvio Santos (11,8 a 11,7 pontos na Grande SãoPaulo), justamente no dia em que teve participação de Wellington Muniz, o Ceará, imitando Silvio Santos. Na média geral, no entanto, o programa foi vice-líder na Grande São Paulo, com 11,2 pontos.

Dos oito atores que pertenciam ao elenco original, apenas três permanecem. Ontem, estavam no programa Marcelo Serrado, Eri Johnson e Heloísa Périssé. Os demais saíram devido a compromissos assumidos anteriormente. Além de Wellington Muniz, participaram da edição de ontem Arlete Salles, Érico Brás, André Gonçalves, Danielle Winits, Marcelo Lahan e Frank Menezes.
***

#SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários