Dia do Radialista é comemorado oficialmente neste sábado

Do Tudo Rádio Neste sábado, dia 7 de novembro, comemora-se oficialmente o Dia do Radialista. ...

Do Tudo Rádio

Neste sábado, dia 7 de novembro, comemora-se oficialmente o Dia do Radialista. A data foi instituída por lei em 2006 pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A data se refere ao nascimento do músico e radialista Ary Barroso. Além dessa data, os profissionais do rádio também comemoram no dia 21 de setembro.

O Dia do Radialista foi instituído pela primeira vez por um decreto de 1945, criado pelo presidente Getúlio Vargas. Na época, a celebração era no dia 21 de setembro. A data ficou como o Dia do Radialista até 2006, quando o ex-presidente Lula resolveu homenagear o radialista Ary Barroso e propôs o projeto que foi promulgado em 2006 e tornou oficial o Dia do Radialista em 7 de novembro.

O Tudo Rádio faz questão de lembrar as duas datas e estender os parabéns a todos os profissionais que fazem o rádio cada vez mais forte e apaixonante. Lembrando que o Dia do Rádio é comemorado em 25 de setembro. Desejamos também que todos os radialistas possam comemorar o seu dia com muita saúde, com muita esperança e força para manter o nosso querido Rádio sempre vivo e atuante.

HISTÓRICO DO HOMENAGEADO

Filho do deputado estadual e promotor público João Evangelista Barroso e Angelina de Resende, Ary ficou órfão de pai e mãe aos oito anos, quando foi adotado pela avó materna, Gabriela Augusta de Resende. Formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais em 1929. Nos anos 1930, escreveu as primeiras composições para o teatro musicado carioca. A obra Aquarela do Brasil teve a primeira audição na voz de Aracy Cortes e regravada diversas vezes no Brasil e no exterior. Ary Barroso recebeu o diploma da Academia de Ciências e Arte Cinematográfica de Hollywood pela trilha sonora do longa-metragem “Você já foi à Bahia?” (1944), de Walt Disney.

A partir de 1943, manteve durante vários anos o programa “A Hora do Calouro”, na Rádio Cruzeiro do Sul do Rio de Janeiro, no qual revelou e incentivou novos talentos musicais. Também trabalhou como locutor esportivo (proporcionando momentos inusitados ao sair para comemorar os gols do seu time, o Flamengo). Ary Barroso morreu no Rio de Janeiro, em 1964, de cirrose hepática decorrente de alcoolismo, e está enterrado no Cemitério de São João Batista.
***

#SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários