Fim da Motorola: veja o que muda nos smartphones ‘Moto by Lenovo’

Do Tech Tudo A   Motorola   vai deixar de existir no mercado de smartphones em 2016. Os próximos   Moto X ,   Moto G   e Moto E chegarã...

Do Tech Tudo

A Motorola vai deixar de existir no mercado de smartphones em 2016. Os próximos Moto X, Moto G e Moto E chegarão às prateleiras com a marca ‘Moto by Lenovo’,  empresa chinesa que comprou a fabricante em 2014. O anúncio aconteceu na última quinta-feira (7), e com ele muitas dúvidas surgiram na cabeça de quem é fã dos celulares da marca.

Com dúvidas se a assistência técnica continuará existindo? Quer saber quando as mudanças entram em vigor? O TechTudo preparou esse guia respondendo a essas e outras perguntas sobre como as mudanças afetam o usuário.

A Motorola vai deixar de existir completamente?

Nos smartphones, sim. Desde que comprou a Motorola, a Lenovo possuía duas marcas de celulares: a Vibe, com o nome da empresa, e a Moto, sob o domínio da Motorola. Segundo o site americano CNET, tudo será unificado sob a tutela da empresa chinesa em 2016 e os populares X, G e E terão a marca “Moto by Lenovo”. É a mesma estratégia adotada pela Microsoft que manteve apenas Lumia após comprar a divisão de celulares da Nokia.

Através de sua assessoria de imprensa no Brasil, a Motorola confirmou a informação através de comunicado: “A Motorola Mobility continua a existir como parte do grupo Lenovo e vai liderar as áreas de engenharia e design em todos os nossos produtos móveis. No entanto, para a nossa estratégia de marketing, vamos adotar duas marcas em smartphones e wearables e seguir daqui para frente, com Moto e Vibe globalmente.”

Já no mercado de telecomunicações, a Motorola Solutions continuará existindo com desenvolvimento de tecnologia de redes, patentes e venda de equipamentos. A única “lembrança” que ficará nos aparelhos é o icônico “M”, que continuará sendo usado pela Lenovo.

Quando a mudança entrará em vigor?

Não há previsão exata de quando o marca será extinta, já que a Lenovo disse apenas que isso ocorrerá este ano. O mais provável é que os novos telefones já cheguem com a nova “Moto by Lenovo”, o que costuma acontecer no início do segundo semestre. Além disso, a empresa ainda precisa revelar mais detalhes sobre o futuro do site da Motorola, dos serviços de atendimento e da estrutura física da empresa.

Comprei um telefone da Motorola. Continuarei recebendo assistência?

Sim! Quanto a isso, nada deve mudar. Afinal, a Lenovo já controla a Motorola há quase dois anos e também vende seus produtos no Brasil. Sendo assim, é bastante provável que as assistências técnicas sejam apenas renomeadas nos próximos meses, mas o usuário deve ficar atento às autorizadas da sua cidade para não ser pego de surpresa em caso da mudança de endereço. As garantias também continuarão válidas.

Os Moto X, G e E continuarão sendo vendidos no Brasil?

Muito provavelmente. A Lenovo já manifestou interesse em vender seus celulares no Brasil e até lançou o Lenovo Vibe A7010 por aqui no último mês. Assim, os Moto X, G e E devem também continuar disponíveis, a menos que a empresa resolva focar apenas nos telefones Vibe. No entanto, considerando a popularidade dos “Moto”, isso é uma possibilidade remota, por enquanto.

Os aparelhos atuais continuarão recebendo atualizações do Android?

É provável que sim. A Lenovo já tinha comprado a Motorola quando a empresa lançou as atualizações do Android 5.0 (Lollipop) e 6.0 (Marshmallow). O que pode mudar é a política de updates da nova “Moto” para os futuros sistemas, como no tempo de liberação dos pacotes e aparelhos contemplados. Isso, porém, demanda um posicionamento oficial da Lenovo sobre o assunto.

E Moto 360, Moto Maker e outros produtos? Vão acabar também?

Ainda não se sabe. O fim da Motorola deve trazer algumas reorganizações na empresa e que pode extinguir alguns produtos. O relógio Moto 360 e o serviço de personalização Moto Maker são bastante populares e têm mais chances de serem preservados. No entanto, acessórios como fones de ouvido e carregadores podem adotar apenas a marca da Lenovo.

A Motorola “sobrevivente” pode voltar a fabricar smartphones?

Ela já fabrica. Embora pouco se fale, a Motorola Solutions possui alguns aparelhos com Android voltados para o público corporativo. São telefones bastante robustos como o Symbol TC70, que tem corpo super resistente e indicado para quem desempenha profissões pesadas.

Quantos aos consumidores domésticos, isso dependerá dos acordos da empresa com a Google, primeira compradora em 2012, e com a Lenovo. Por enquanto, a Motorola Solutions demonstrou pouco interesse em voltar para o ramo, ao contrário da Nokia, que já lançou um tablet e pode apresentar um smartphone Android esse ano.

A Lenovo pode lançar um Moto com Windows 10 Mobile?

A pergunta que todo fã do Windows Phone tem feito desde que a Lenovo comprou a Motorola do Google deve continuar sem resposta. Embora a empresa chinesa tenha revelado interesse no sistema da Microsoft, parece pouco provável que ela adote na marca “Moto”, que tradicionalmente usa Android. Porém, só nos resta aguardar o que vem por aí.
***

#Sociedade #Tecnologia

Você pode gostar também

0 comentários