Corrupção no Brasil: Venalidade no país

Por Geysianne Maria , estudante  Diversos fatores corroboram para que a corrupção no Brasil ...

Por Geysianne Maria, estudante 

Diversos fatores corroboram para que a corrupção no Brasil seja um problema. Sobretudo, porque temos um ambiente perfeito para a existência da mesma. Contudo, medidas podem contornar tal situação: a pressão popular e as contribuições judiciárias contra práticas inconsequentes.

Uma característica notável na depravação brasileira é a ineficácia na prestação de contas e transparência por parte do poder público. Mesmo tratando-se de um país com política neoliberal, o problema se agrava em virtude da participação do estado na economia e da autoridade conferida aos agentes do governo para interferirem no processo de mercado. Por isso, cada vez são maiores as oportunidades de corrupção uma vez que para cada corrupto há um corruptor que juntos colaboram para a perpetuação de tal banalidade.

Nesse contexto contemporâneo, o sociólogo Zygmunt Bauman confirma o pensamento aristotélico: “Nenhuma sociedade que esquece a arte de questionar pode esperar encontrar respostas para os problemas que a afligem”. Sendo assim, as universidades devem se empenhar em encontrar soluções contundentes para a venalidade no Brasil, inclusive, explorar um amplo diálogo com a sociedade que vise a não corrupção e nunca o impasse de decisão sobre quem é o mais correto para administrar o país.

É prudente, portanto, que haja a prática das leis com base nas discussões fundamentadas a partir dos institutos acadêmicos. Além disso, multas devem ser aplicadas por órgãos do poder judiciário sobre atitudes negligentes em relação à corrupção no país, sendo estes fortalecidos para tal ato. Com isso, tiramos a lição de Protágoras de Abdera: ”O homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são, enquanto são e das coisas que não são, enquanto não são”.
***

#Política #Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários