O conclave do PMDB

O conclave do PMDB de Guarabira (PB) tem sido aguardado com bastante expectativa pela população e...

O conclave do PMDB de Guarabira (PB) tem sido aguardado com bastante expectativa pela população e, principalmente, pelo grupo do PSDB e pelo povo do contracheque. 

A reunião, que deveria ocorrer na noite desta quinta-feira (25), foi adiada para a próxima segunda-feira (29), simbolicamente, na “Capela Cistina” da política guarabirense – a Casa 15.

Como ocorre no Vaticano, no encontro fechado reservado a cardeais para a escolha de um papa, toda a Executiva do PMDB municipal deve estar presente numa reunião de portas fechadas para escolha dos seus candidatos. Afinal, há, apenas, uma pré-candidatura.

O adiamento se deu em virtude de compromissos do até então favorito a candidato a prefeito pelo PMDB, o empresário Deda Claudino. Sem ele o ‘conclave político’ não deve começar.

As definições do PMDB estão sendo aguardadas pelo prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), que só anunciará sua chapa depois de ver a ‘fumaça vermelha’ e ouvir o anúncio dos nomes.

Estrategista, ZT só vai anunciar se é candidato quando tomar ciência da chapa do PMDB. Embora tenhamos, pelo menos, quatro candidaturas nas eleições de 2016 em Guarabira, eu acredito que a eleição será polarizada entre Paulino e Toscano, mais uma vez.

Das 04 opções, porém, até agora duas são consideradas realmente novas: a do PMDB, com o então pré-candidato Deda Claudino; e a do PSOL, cujo pré-candidato é o professor universitário Belarmino Mariano. Ainda falta a opção dos tucanos. Os outros são os outros.

A pré-chapa do PSB é formada por dissidentes de Paulino e Toscano: Josa da Padaria e Beto Meireles. Não há nome novo no bloco político do governador Ricardo Coutinho. Nem unidade. 

Os ‘cardeais’ do PMDB de Guarabira já foram convocados para a escolha dos nomes que disputarão no pleito de 2016. As portas da ‘Capela Cistina’ da política guarabirense devem se fechar, exatamente, às 19h30 de segunda-feira, quando o 'conclave' começa.

Agora resta somente torcer para que, com base em pesquisas e opinião popular, o diretório do PMDB escolha e apresente o melhor nome como opção na sucessão municipal de 2016. #Política

Você pode gostar também

0 comentários