Policiais em perigo

Só quem é policial sabe o quanto é difícil deixar a família em casa nos dias de trabalho para gar...

Só quem é policial sabe o quanto é difícil deixar a família em casa nos dias de trabalho para garantir a segurança de outras famílias na rua. Na Paraíba, policiais militares e civis não têm nenhuma expectativa de voltar vivos para o aconchego do lar. A sensação, em relação aos bandidos, é de vulnerabilidade absoluta pela falta de estrutura e investimento na Polícia por parte do Governo do Estado.

Embora o governador Ricardo Coutinho (PSB) e a mídia paga pelo Governo tentem negar tamanha violência, os ataques a policiais têm sido frequentes na Paraíba. Esta é a verdade. Os policiais atestam. E se quarenta é um número sugestivo para você, em apenas 40 dias três policiais foram assassinados e dois foram feridos por bandidos que não mais se intimidam em enfrentar a polícia.

Apesar de tudo, o governador Ricardo Coutinho insiste em dizer que a solução seria mudar a Legislação, quando, na verdade, o Estado deveria investir mais em segurança e na Polícia: com política de valorização salarial, treinamento físico e de inteligência, mais equipamentos de segurança – como câmeras, novas armas, coletes balísticos reforçados e viaturas blindadas e, principalmente, aumento do efetivo militar e civil.

Se já não havia segurança para a população paraibana, agora então, na gestão do PSB, a situação pirou: na Paraíba, policiais estão em perigo. O clima é tenso. Mas o chefe do Executivo estadual, que dispõe de aparato policial para sua segurança particular, desdenha da situação e não assume a culpa pela violência que tem crescido, alcançando um estágio contra o qual os componentes preventivos de Segurança Pública não estão tendo controle.

Psiu! Ninguém aqui está criando factoides, apenas, para desestabilizar um governo. Pare e reflita um pouco comigo: você se sente seguro ai no seu município, cidadão? E você, policial – sai de casa para o trabalho com a certeza de voltar vivo? O que você que é militar achou do governador RC ter vetado um projeto do deputado Frei Anastácio, aprovado por unanimidade na Assembleia da Paraíba, que previa blindagem para viaturas policiais?

A Paraíba passa por um momento difícil sob a égide de um Governo despreparado e autoritário; que dita as regras do certame ao seu modo, sem diálogo. Um governo de promessas e poucas mudanças. Um governo que prometeu avançar 40 anos em 4, mas que não se dá conta de que, passados os primeiros quatro anos, nos primeiros 40 dias de 2016 três policiais morreram e dois ficaram feridos vítimas da criminalidade que assola o Estado.

Enquanto RC, que não é tão belo quanto suas palavras, não assumir a responsabilidade pelo descaso com a Segurança Pública, a capital João Pessoa, por exemplo, deve permanecer na lista das 50 cidades mais violentas do mundo e na PB o único lugar seguro para estar é no Palácio do Governo e na Granja, cercado pelos ‘olhos que tudo veem’ da polícia que está ao dispor de sua Excelência. Fora dali a violência impera e a população corre perigo. A polícia também. #Política #Opinião #Sociedade



Você pode gostar também

0 comentários