Bispo lembra crise moral do Brasil e enaltece Joaquim Barbosa e Sérgio Moro

Por Rafael San Durante a tradicional Missa Dominical da Catedral de Guarabira, neste Domingo ...

Por Rafael San

Durante a tradicional Missa Dominical da Catedral de Guarabira, neste Domingo de Ramos (20), solenidade que lembra a entrada de Jesus em Jerusalém mostrando que seu Reino era o da humildade e não da ostentação, o bispo diocesano Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena, pediu orações pelo Brasil, lembrando o momento difícil pelo qual passa a nação brasileira.

“Estamos mergulhados numa crise econômica, política, moral e ética, que atinge as instituições e todos nós; portanto, rezemos pelo Brasil e pelos os homens que ajudam a nossa pátria combatendo a corrupção, lembremos de rezar pelos que trabalham na operação lava jato”, verbalizou Dom Lucena.

Toda a liturgia do Domingo de Ramos mostra a distância entre o Reino apresentado por Jesus e o Reino praticado pelos homens. Enquanto o Filho de Deus prega e vive um Governo servidor e honesto, os homens planejam e vivem um Governo corrupto e preservo.

Ao final da celebração, o bispo de Guarabira, Dom Lucena, voltou a lembrar a crise moral brasileira e pediu aos fieis que tenham um olhar crítico e solidário neste momento difícil, fazendo questão de mencionar nomes de homens, que na sua opinião, colaboram com o país e demonstram coragem para mudar esta realidade.

“Rezemos pelos homens que estão ajudando o Brasil mostrando e combatendo a corrupção; lembro aqui Joaquim Barbosa, que lá atrás fez sua parte, mesmo com toda a pressão; hoje temos Sérgio Moro, que dando sequencia, ajuda o Brasil; basta olhar o escândalo da Petrobras e tantos outros; rezemos por todos os homens que querem ajudar o nosso país”, sintetizou Dom Lucena.
***

#Sociedade #Política

Você pode gostar também

0 comentários