Citação de RC em agenda do ex-diretor da Petrobrás preso passa a ser investigada pela Lava Jato

Do Blog do Helder Moura  Em março de 2015, o portal Terra trouxe uma reportagem, assinada pel...

Do Blog do Helder Moura 

Em março de 2015, o portal Terra trouxe uma reportagem, assinada pelo jornalista Daniel Favero, reproduzindo a página 89 da agenda de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobrás, que foi apreendida pela Polícia Federal, numa das edições da Operação Lava Jato. Dois paraibanos estão na lista: o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), citado como “Lindinho” e o governador Ricardo Coutinho.

Pois, segundo informação que o Blog teve acesso, essa documentação (especialmente a agenda de Paulo Roberto Costa) passou, agora, a ser alvo preferencial de investigação da Lava Jato. O ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, como se sabe, teve sua delação premiada homologada pela Justiça, e cumpre prisão em regime semiaberto, por ter colaborado com as investigações.

Só lembrando: segundo a reportagem do Terra, Lindbergh teria pedido R$ 2 milhões a Paulo Roberto, mas recebeu apenas R$ 200 mil. Logo abaixo de “Lindinho”, também aparece na lista dos beneficiados o nome de “Ricardo Coutinho”, com mais 14 outros citados que, em tese, teriam recebido dinheiro do esquema. Há uma soma associada ao nome. Percebe-se que, depois, o nome é riscado.

A curiosidade é a agenda ter sido supostamente doada a Paulo Roberto Costa pela Construtora Queizóz Galvão. Segundo o Terra, “para registrar e controlar os repasses de dinheiro, os investigados usavam um sistema de códigos no controle de contabilidade. As empreiteiras, por vezes, mascaravam o dinheiro de propina com doações oficiais para campanhas.”

E mais: “Um dos casos relatados pelos delatores foi o do senador Lindbergh Farias, eleito pelo PT do Rio de Janeiro, que teria procurado Paulo Roberto Costa para pedir R$ 2 milhões para sua campanha ao Senado… o pagamento teria sido feito pela empresa Queiroz Galvão… Em um dos documentos apreendidos no escritório da empresa, consta uma anotação “Lindinho” e a quantia de “200”, indicativo de que se refere a R$ 200 mil para o senador Lindbergh Farias, segundo os investigadores.”

Um detalhe que chama a atenção é que a Queiróz Galvão, como se sabe, doou mais de R$ 950 mil para a campanha de RC, conforme o TSE. Reportagem do Portal Terra em http://goo.gl/BJFZGD.

Doações a Ricardo Coutinho – Uma consulta ao portal do TSE fornece informações interessantes sobre os doadores de campanha do governador Ricardo Coutinho. Dentre essas, constam quatro doações da Construtora Queiróz Galvão LTDA, nos valores de R$ 285 mil (em 31 de outubro de 2014), após o segundo turno inclusive, R$ 665 mil (8 de agosto de 2014) , R$ 625,00 e R$ 425,00 (em 03 de setembro de 2014), o que totaliza R$ 951.050,00, ou quase um milhão de reais. Portal do TSE em http://goo.gl/PqYQ7c.


***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários