Grupo Gênesis celebra 30 anos da 'Paixão de Cristo' em Guarabira; PMG apresenta "espetáculo maior"

Para mim, o drama pelo qual o Senhor Jesus passou, ao provar o seu amor por nós, é impossível de ...

Para mim, o drama pelo qual o Senhor Jesus passou, ao provar o seu amor por nós, é impossível de ser reproduzido. Impossível. Mesmo assim, o drama da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo virou um espetáculo comovente que, ao longo dos anos, entra em cartaz, principalmente, neste período do ano, durante a Semana Santa.

Não é diferente aqui na região. Em Pilões, por exemplo, há um grupo teatral que, há anos, apresenta o espetáculo, que é, inclusive, bastante prestigiado. Em Guarabira eu conheço, pelo menos, três grupos que se dedicam ao espetáculo anual. Um deles é o Grupo Popular Gênesis, do qual fiz parte nos anos 90.

Este ano, comemorando 30 anos de existência, o grupo popular Gênesis apresentou, mais uma vez, o espetáculo da Paixão de Cristo, tendo como base o texto bíblico, porém, com algumas adaptações próprias numa linguagem popular, bem ao nível do público.

A encenação ocorreu na Esplanada da Estação de Guarabira, com participação de crianças, jovens e adultos da comunidade, que de forma voluntária se empenharam em atuar, tanto no palco, como atores; quanto nos bastidores, na técnica e produção.

Este ano, a direção convidou alguns comunicadores do rádio guarabirense para interpretar o texto do espetáculo. Foi uma ideia genial. Eles fizeram excelentes interpretações. Vários deles também participaram do elenco ao longo dos últimos 30 anos.

Os que fazem parte do Grupo Gênesis estão de parabéns, sobretudo o diretor João Pedro, que, com muita dedicação, tem dirigido o espetáculo, auxiliado por muita gente talentosa. As apresentações de sexta e sábado foram muito prestigiadas pela população.

Eu li que a Prefeitura de Guarabira apoiou o grupo Gênesis para a realização do espetáculo. Mas em que, afinal: se o que o público - que ficou o tempo todo de pé por falta de cadeiras, por exemplo - viu foi um cenário com iluminação precária?

O secretário de Cultura de Guarabira, Percinaldo Toscano, assistiu ao espetáculo. Porém, sem a ordem do gestor, ele nada pode fazer, senão representar o governo que está com os dias contados para acabar sem cumprir o que prometeu para o município.

Eu lamento muito que o governo municipal, que diz ter “compromisso com o futuro”, não invista no teatro popular. O investimento em iluminação, decoração e em assentos para o público, já seria uma ajuda e tanto da PMG para garantir um espetáculo ainda maior.  

Apesar de tudo - da falta de incentivo da prefeitura -, com os poucos recursos que o grupo conseguiu junto comércio de Guarabira, a "Paixão de Cristo" foi apresentada gratuitamente, emocionando o público, e celebrando os 30 anos de teatro do Grupo Gênesis.

Que bom que tudo não passou de uma peça de teatro. Ninguém é obrigado a atuar nesse enredo para demonstrar o amor de Cristo, de forma mais humilhante, e ainda por cima no escuro de uma Estação abandonada por quem diz ter "compromisso com o futuro".

... estou para ver um espetáculo maior do que este: do que uma gestão sem compromisso. #Política #Cultura 

Você pode gostar também

0 comentários