Frio, cultura e falta de interesse de uma gestão medíocre no mesmo caminho

Como escrevi anteriormente, o frio é uma sensação da região do brejo, pelo menos de junho a setembro. Temos, então, uma região privilegiad...

Como escrevi anteriormente, o frio é uma sensação da região do brejo, pelo menos de junho a setembro. Temos, então, uma região privilegiada: pela natureza que nos presenteia com trilhas e cachoeiras, por sabores e paisagens únicas e inesquecíveis, e, claro (!), pelas opções de arte e cultura popular.

A 11ª edição do projeto Caminhos do Frio vai começar, mais uma vez promovendo nove cidades da região do brejo. Embora o município de Guarabira esteja, geograficamente, na rota do projeto, ele não está na lista dos municípios por onde o projeto passa este ano. Alias, nunca esteve. Falta interesse da gestão municipal.

Assim como o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) não fez por onde manter o Forró Fest - realizado pelas tevês Paraíba e Cabo Branco -, que por anos incentivou artistas locais e promoveu o município na Paraíba, ele também tem demonstrado não querer colocar Guarabira na rota do desenvolvimento cultural.

Em 2016, o CF acontece de 04 de junho a 04 de setembro, passando por Bananeiras, Pilões, Solânea, Areia, Alagoa Grande, Remígio, Matinhas, Serraria e Alagoa Nova. Não passa por Guarabira porque o prefeito realmente não quer. Talvez ele entenda que a cidade não dispõe de espaços gastronômicos e opções culturais à altura do projeto.

Sem engana, porém, quem pensa que Guarabira não tem o que oferecer. Claro que tem! O que falta é incentivo do poder público. Ao não investir numa parceria com Fórum Regional do Turismo Sustentável do Brejo, que realiza o Caminhos do Frio, a atual gestão deixa de valorizar a cultura local e de estimular a geração de emprego e renda.

Eu gostaria de encerrar este texto anunciando a inclusão de Guarabira no roteiro do Caminhos do Frio. Mas não foi dessa vez. O prefeito Zenóbio perde mais uma chance de colocar a cidade na rota cultural. Frio, cultura e falta de interesse de uma gestão medíocre no mesmo caminho. É o que temos para hoje, infelizmente. #Política #Cultura #Opinião 

Você pode gostar também

0 comentários