Dizem que gato tem medo de água. É verdade?

Dizem que gato tem medo de água. Eu, porém, conheço alguns felinos que tomam banho frequentem...

Dizem que gato tem medo de água. Eu, porém, conheço alguns felinos que tomam banho frequentemente e são limpinhos. Mais higiênicos que vários humanos, inclusive. Mas em Guarabira (PB) há, pelo menos, um ‘gato’ que morre de medo de água: o ‘gato preto’.


Embora o ‘felino’ ande declarando não estar preocupado com as eleições deste ano, ele é esperto para saber que a chuva pode acabar estragando seus planos, sua campanha pela caça do voto e fazê-lo escorregar quando ele tentar dar o esperado ‘pulo do gato’ pela reeleição.


O inverno ainda nem começou. Mas as chuvas que caíram em Guarabira na manhã desta terça-feira (24) demonstraram mais uma vez que quase nada foi resolvido em relação às frequentes inundações que ocorrem, sobretudo, no período chuvoso no centro comercial da cidade.


O prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) pode até conter sua preocupação em relação a esse problema que dura mais de 40 anos. No entanto, ele deve estar ciente de que a obra de drenagem, iniciada e não concluída, pode acabar com sua carreira política no município.

O ideal para Toscano seria que não chovesse até o dia 02 de outubro. É que o ‘gato preto’ teme que, ao chover, novas enchentes apontem para um governo inoperante e incompetente que, até então, não foi capaz de resolver um problema antigo: as inundações na cidade.

Essa questão de enchentes existe, principalmente, pelo crescimento desordenado e sem o devido planejamento das cidades por parte das gestões municipais. Em Guarabira não é diferente. Este, portanto, não é um problema do nosso município, apenas: também é observado nas grandes cidades e capitais.


O prefeito Zenóbio Toscano foi ousado em iniciar uma obra como esta, eu reconheço. Porém, não há mérito em iniciar e não resolver o problema: é como lançar candidatura e não ser eleito; como participar de uma competição e não fazer melhor do que todos os outros competidores para sair vitorioso.


A população também é responsável pelo acúmulo de água em áreas da cidade - por jogar lixo no chão: lixo que vai parar nas galerias, por exemplo. Falta consciente na população! Tudo o que é jogado no chão termina sendo arrastado pela água da chuva e, consequentemente, impedindo a evasão das águas causando as enchentes.


O chefe do Executivo municipal precisa logo explicar a população guarabirense como estão sendo aplicados os quase R$ 6 milhões de reais nessa obra de drenagem, que tinha tudo para ser uma marca da gestão do prefeito Zenóbio - que ainda não fez o município avançar como prometeu em campanha quando candidato.

Há uma coisa que anda pondo medo no prefeito de Guarabira: a chuva. E o inverno se aproxima. O ‘gato preto’ teme colocar as patas na água e correr o risco de se molhar e ainda ser arrastado por novas enchentes.

O felino está com medo de entrar pelo cano juntamente sua marca de governo no dia da eleição municipal, como o dinheiro da população local que fora investido numa obra que não apresentou solução: aparentemente já desceu pelo ralo. #Política









(Fotos: reproduzidas das redes sociais)

Você pode gostar também

0 comentários