Se o governador (e aliados) tem tanto obsessão em CPI por que não permitiu instalar a do Empreender PB?

Do Blog do Helder Moura Eu confesso, meu caro Paiakan, que ainda não compreendi muito bem a o...

Do Blog do Helder Moura

Eu confesso, meu caro Paiakan, que ainda não compreendi muito bem a obsessão que o governador Ricardo Coutinho e seus aliados têm para instalar a CPI da Lagoa na Câmara de João Pessoa. Particularmente, acho que todas as CPIs devam ser instaladas, quando há alguma suspeita, mas por que o governador não aceitou instalar a CPI do Empreender PB?

Acho que o governador e seus aliados só terão autoridade para defender a instalação de qualquer CPI, quando autorizar a instalar a do Empreender. Claro. Quer dizer que só vale para os adversários? As 200 mil toneladas de entulho retiradas da Lagoa devem ser investigadas e explicadas, o que, aliás, a Caixa Econômica Federal, aparentemente até já fez…

Mas, o que falar das 800 mil toneladas também supostamente retiradas do Trevo das Mangabeiras? E também do canteiro do Viaduto do Geisel, uma obra que, diga-se de passagem, é notável, apesar de tudo. A impressão é que a proximidade da eleição altera o metabolismo do governador, que mobiliza aliados para desfechar contra os adversários que teme.

Assim, ele usa CPIs e outras tramas para tentar descaracterizar os oponentes. Hoje, ataca Cartaxo, amanhã vai pra cima de Manuel Júnior. Coincidentemente dois ex-aliados com os quais não conseguiu conviver mais do que o tempo de uma eleição.

Cassação – E apenas para refrescar a memória, é bom não esquecer que o governador responde a uma AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral), movida pelo Ministério Público Federal, que pede sua cassação precisamente por irregularidades acusadas na aplicação de recursos do Empreender PB durante as eleições de 2014.
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários