Brigas por cargos do Governo em Guarabira podem ocasionar em novas baixas na bancada girassol

Do Fato a Fato Disputas por cargos do Governo do Estado em repartições públicas devem, nos próximos dias, ocasionar em novas baixas na ...

Do Fato a Fato

Disputas por cargos do Governo do Estado em repartições públicas devem, nos próximos dias, ocasionar em novas baixas na Ala Girassol de Guarabira. Até onde Fato a Fato apurou, dois vereadores estão insatisfeitos devido a falta de prestígio para indicar e nomear correligionários a essas funções.

Os dois parlamentares reclamam que a maioria das nomeações está sendo "abocanhada" por Renato Meireles, pré-candidato a vereador pelo PSB. O beneficiário é filho do vereador e pré-candidato a vice-prefeito Paulo Roberto Agostinho Meireles (Beto Meireles - PDT).

O clima, segundo fonte da própria Ala Girassol, é de revolta por parte dos dois vereadores os quais, mesmo fazendo reclamações junto a Presidência do PSB de Guarabira, estariam propensos a decisões radicais.

Quem passou a informação para Fato a Fato chegou até a comentar sobre rompimento, mas não se aprofundou sobre o tema. O (a) informante apenas revelou que os dois vereadores estão bastantes insatisfeitos com o tratamento recebido dentro da Ala Girassol de Guarabira.

A fonte pediu apenas não citar os nomes dos dois vereadores.

Adesões - O ex-governador Roberto Paulino, quando entrevistado por Raelson Galdino na Rádio Rural (domingo, 19), chegou a comentar sobre novas adesões ao PMDB. Paulino disse que até o último dia de convenção, dois ou três vereadores, tanto da Ala Girassol quanto do PSDB, devem aderir a seu grupo político e anunciar apoio a pré-candidatura de Fátima Paulino, que deve disputar a Prefeitura de Guarabira novamente.
***

#Política

Você pode gostar também

1 comentários

  1. Isso Ikeda já era de se esperar. Agora que o grupo girassol poderá ter que ir pra justiça eleitoral, tentar impedir que a candidatura de Josa não seja impugnada. Isso já será um constrangimento político para o próprio Josa. Talvez, tenham esquecido de proposito, de avisar ao TCE, que a Câmara havia aprovado as contas irregulares de Josa. Nesse caso, só depois que registrarem a candidatura, em sendo impugnada e vai ser. É que o grupo girassol, terá que recorrer. Isso enfraquece a candidatura, afasta aliados, pois para os que vivem emboletados em cargos públicos querem ter a certeza de vitória. Já imagino quem são esses vereadores. E digo mais, essas reclamações são velhas, são tão antigas. Desde a época em que ZT rompeu com o governo, que alguns vereadores ficaram no comando de cargos por aqui.

    ResponderExcluir