'Fui discriminada, sofri preconceito, assédio sexual', diz Sandra Annenberg sobre trajetória

Por Viver/Diário, do Diário de Pernambuco A jornalista Sandra Annenberg revelou que já sofreu...

Por Viver/Diário, do Diário de Pernambuco

A jornalista Sandra Annenberg revelou que já sofreu assédio sexual ao longo da carreira. "Eu fui discriminada, sofri preconceito, sofri assédio sexual, como todas as mulheres, mas eu fui reagindo. Nós mulheres temos que provar muito mais que somos capazes, é um trabalho de formiguinha conquistar esse espaço", disse em entrevista à revista Contigo. 

A apresentadora, que foi a primeira mulher na televisão brasileira a ganhar um quadro fixo como 'garota do tempo', deixa clara a sua posição na luta por direitos iguais entre homens e mulheres. "Fui criada por uma feminista, sou uma feminista e ser feminista é ser pela igualdade de direitos entre todos os sexos. Fico feliz de entregar a minha filha um mundo um pouquinho mais igualitário e justo", completou.

Sandra já participou de mais de 50 comerciais, além de estrelar novelas e minisséries, mas acabou escolhendo se profissionalizar no seu sonho de infância: ser jornalista. O carisma dela atravessa as telinhas, ela é uma das personagens mais queridas na internet e frequentemente acaba sendo coroada como a 'rainha da web' junto ao seu parceiro de bancada, Evaristo Costa.
***
#SintoniaFina #Sociedade

Você pode gostar também

0 comentários