Na Paraíba é assim: Justiça suspende São João em Areia por falta de efetivo policial

Do Blog do Helder Moura A Paraíba dos tempos republicanos vai se consolidando como um dos mom...

Do Blog do Helder Moura

A Paraíba dos tempos republicanos vai se consolidando como um dos momentos mais sombrios da nossa História, pelo menos no capítulo da violência e da mordaça à Imprensa. Durante esse período, João Pessoa passou a integrar o ranking das dez cidades mais violentas do mundo. Hoje, são comuns os arrastões em bairros da cidade, inclusive em torno da Granja Santana.

Mas, a Paraíba está entrando para o noticiário nacional como o Estado onde algumas cidades estão proibidas pela Justiça de realizar festejos juninos, por falta de… efetivo policial. Parece folclore político, mas foi o que publicou o prefeito Paulo Gomes, em sua página no Facebook, no último dia 24, exatamente no feriado mais festejado do Nordeste, o dia de São João.

Eis o que postou o prefeito Paulo Gomes: “Por determinação da Justiça, hoje não acontecerá o evento São João Cultural. Não só em Areia, mas em algumas cidades, por falta de efetivo Policial. Peço desculpas s todos, principalmente as quadrilhas que se apresentariam no dia de hoje, como os cantores e também Michel Som. Bom João para todos!”

O caso tem repercutido intensamente nas redes sociais pelo inusitado. Pelo que se comenta na cidade, há apenas quatro policiais para garantir a segurança da população.
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários