O fim do 'califado'

Nós, que cobríamos o dia a dia do ‘ califado do bem ’, estamos tristes. A partir desta sexta-feir...

Nós, que cobríamos o dia a dia do ‘califado do bem’, estamos tristes. A partir desta sexta-feira (23) o ‘califado’ deixa de existir, pelo menos sob a ‘orientação’ do imã aiatolá Swelyton Barbosa. Apesar de tudo, a única banca de revistas da cidade de Guarabira (PB) vai continuar aberta, mas sob nova gestão.

Califado, no sentido real da palavra, tem a ver com sistema de governo. Em Guarabira, porém, o ‘califado’ era um ambiente bastante agradável, visitado por gente de todas as idades, classes sociais e credos, e por todos que buscam conhecimento. Era um excelente lugar para fazer amigos e passar o tempo.

Como um dos assíduos frequentadores do local, eu expresso aqui os meus agradecimentos ao imã aiatolá Swelyton e ao seu auxiliar, o "vizir mulá" Everton, o popular “pai da mata”, pela atenção, confiança e pelos vários encontros de uma galera única que compartilhava alegria no recinto. O 'califado' chegou ao fim. Foi bom enquanto durou. 

Boa sorte para a nova gestão. #Sociedade

Você pode gostar também

1 comentários