Pesquisa: 89% das pessoas escutam rádio

Do TudoRadio.com O consumo de rádio por parte da população brasileira segue alto no país nest...

Do TudoRadio.com

O consumo de rádio por parte da população brasileira segue alto no país neste ano de 2016, segundo levantamento realizado pelo Kantar Ibope Media. Assim como em 2015, 89% das pessoas residentes em 13 regiões metropolitanas ouvem rádio, representando mais de 52 milhões de ouvintes. Em média, cada pessoa passa mais de 5 horas por dia ouvindo rádio. Os números são relativos ao primeiro trimestre de 2016 (janeiro/fevereiro/março) e também mostra a afinidade do público de rádio por região pesquisada.

ACOMPANHE:

A média geral do consumo de rádio no Brasil com base nas áreas metropolitanas pesquisadas é de 89% da população pesquisada, representando 5 horas, 1 minuto e 30 segundos de média diária por pessoa.

Por região os números são os seguintes

São Paulo (88% - 5h02m30s)
Rio de Janeiro (86% - 5h27m41s) 
Salvador (88% - 4h47m04s) 
Belo Horizonte (95% - 4h56m26s) 
Distrito Federal (87% - 4h07m01s) 
Curitiba (90% - 4h43m44s)
Recife (88% - 5h01m01s)
Porto Alegre (89% - 4h43m42s)
Fortaleza (93% - 5h13m41s)
Campinas (87% - 4h28m49s)
Goiânia (85% - 5h21m43s)
Florianópolis (90% - 4h36m20s)
Vitória (91% - 5h00m44s). 

Em resumo, o maior alcance do rádio está em Belo Horizonte e o maior tempo médio de consumo ocorre no Rio de Janeiro.

O “Book de Rádio” de 2016 também aponta o consumo de rádio por dispositivo, informando que 56% acompanham o meio através de um receptor comum (cerca de 34 milhões de ouvintes), 15% através do celular (seja on-line ou FM - representando mais de 8 milhões de pessoas) e 5% pelo computador (jan-mar/2016 - alcance 2 dias).

E quando o assunto é local, 52% ouvem rádio em casa, 15% no carro, 10% no trabalho e 6% no trajeto (levantamento de outubro a dezembro/2015 - alcance 2 dias)

PERFIL DE PROGRAMAÇÃO E MUSICAL

O levantamento também aponta os “tipos de programas mais ouvidos” entre os ouvintes de rádio nas 13 regiões pesquisadas, referente ao trimestre agosto a setembro de 2015. 94% apontam “Qualquer estilo de música”, ou seja, programação musical corrida. 83% respondem “qualquer estilo de programa não-musical”, 71% noticiários (locais, nacionais ou internacionais), 61% notícias (policiais, trânsito ou tempo), 34% entrevistas / programas falados, 25% para comentários esportivos, 24% para programas religiosos, 23% preferem “esportes ao vivo”, 19% responderam “Programas Humorísticos / Comédias”, “Outros tipos de programas” e também “Conselhos / Opiniões”, 7% para “Moda e Estilo” e 5% “Radionovelas”. Vale lembrar que o público pesquisado pode opinar sobre mais de um estilo de programação.

Outro dado importante: 94% das pessoas que acompanham o meio ouvem música no rádio. A partir disso, há um “top 5” de gêneros. São eles: 50% prefere música sertaneja, 46% MPB, 45% Sucesso / As mais pedidas (nacional), 42% para Samba / Pagode e 39% para Sucesso / As mais pedidas (em inglês).
***
#SintoniaFina

Você pode gostar também

0 comentários