Na Paraíba do faroeste girassol o governador decreta: quem for assaltado é culpado

Do Blog do Helder Moura Vamos combinar, meu caro Paiakan, a sociedade esperava que o governad...

Do Blog do Helder Moura

Vamos combinar, meu caro Paiakan, a sociedade esperava que o governador Ricardo Coutinho, em sua primeira fala, sobre o faroeste girassol da madrugada de sábado, no Bessa, apresentasse algum plano de combate à violência. Mas, suas declarações impressionam. Na lógica do governador, a culpa é de quem é assaltado e não da falência do sistema de segurança pública no Estado.

O governador procurou, como sempre, eximir-se de suas responsabilidades, especialmente para quem prometia acabar com a violência em seis meses. Ele citou, como exemplo, cidadão que está com dinheiro em casa e avisa a todo mundo que está com dinheiro em casa: “Seria a Polícia Militar de um Estado que teria a obrigação de proteger esse dinheiro que estivesse em casa?”

E acrescentou: “A mesma coisa vale para os bancos, que, por sinal, é quem historicamente na História do Brasil ganha mais dinheiro, tem maior lucro, e não está investindo na proteção desse dinheiro, essa é a verdade. Querer que a segurança pública faça segurança privada não é razoável, como não é razoável que muitas vezes as pessoas de maior boa fé, ou então alguns radialistas também de boa fé, ao lado de alguns poucos que não são tão de boa fé, que buscam tirar proveito político.”

Ou seja, na lógica do governador, quem for assaltado na Paraíba será automaticamente considerado culpado, porque estava de posse de algum dinheiro ou bem, e ter dinheiro ou bens na Paraíba dos tempos republicanos está proibido. Além do mais, a mídia que divulgar é porque estará querendo tirar proveito político.

Falta baixar essa proibição por decreto, estabelecendo o fechamento de todas as agências bancárias, que é onde fica o dinheiro, e ainda determinar estado de miséria para todos os cidadãos, assim evitarão ser assaltados.

Confira áudio… e mais abaixo vídeo do governador prometendo resolver a questão da violência em seis meses… clique aqui para ouvir
***

#Política

Você pode gostar também

0 comentários