PROCON da Paraíba quer proibir Pokémon GO no Brasil

O órgão de defesa do consumidor da Paraíba está estudando uma ação para proibir o Pokémon Go no B...

O órgão de defesa do consumidor da Paraíba está estudando uma ação para proibir o Pokémon Go no Brasil por conta dos “efeitos negativos do game” nos jogadores, segundo declaração oficial do PROCON.

“Estamos preocupados com os efeitos negativos do jogo. Vem acontecendo mortes, assaltos, acidentes, então queremos estudar isso e conscientizar as pessoas. Ainda não temos uma ação definida. O PROCON se preocupa com a saúde, segurança e proteção do consumidor”, comentou Tárcio Nóbrega, secretário adjunto do órgão.

Recentemente, o CIOP-PB emitiu alertas e esclarecimentos, dando ênfase a instruções para que os jogadores ("treinadores") de Pokémon GO possam apreciar o aplicativo com a devida segurança.

A ação teria sido iniciada pelo PROCON do munícipio de Cabedelo, cidade da Grande João Pessoa, e estar prestes a ser encaminhado para o Ministério Público do Estado da Paraíba.

De acordo com o diretor do MP-PB, Glauberto Bezerra, "isso merece um estudo mais apropriado, merece análise de dados dos acidentes, do número de pessoas assaltadas". 

Porém, ele afirma ainda não ter conhecimento da ação e diz estar aguardando a chegada desse pedido para fazer a sua análise. No Facebook, o PROCON emitiu uma nota desmentindo a proibição.

Na Alemanha, a montadora Volkswagen emitiu um e-mail para seus 70 mil funcionários proibindo o aplicativo por receio de espionagem industrial. (Click PB, com Tecmundo)
***

#Sociedade 

Você pode gostar também

0 comentários