Vereadores do PSB, PPL e Solidariedade vão processar Zenóbio por calúnia

Os vereadores Beto Meireles, Lucas Porpino, Jáder Filho e Marcelo Bandeira, do PSB, além de Gerson do Gêsso (PPL) e Bica (Solidariedade) es...

Os vereadores Beto Meireles, Lucas Porpino, Jáder Filho e Marcelo Bandeira, do PSB, além de Gerson do Gêsso (PPL) e Bica (Solidariedade) estão ajuizando ações individuais na Justiça com o fim de processar o prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano, do PSDB. Eles se sentiram ofendidos com acusações do tucano na última terça-feira, durante comício no Conjunto Assis Chateaubriand. 

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram Zenóbio afirmando que os vereados guarabirenses são corruptos e que pediram dinheiro a ele para aprovar suas contas do ano de 2014. "Ele terá que provar, sob pena de ser reconhecido pelo Judiciário como caluniador. A acusação é grave e não permitiremos esse tipo de ultraje à nossa honra", afirmou Beto Meireles. 

Cada parlamentar deve acionar o prefeito civil e criminalmente, bem como pedir que sejam pagas indenizações por danos morais. "Zenóbio prefere atacar biografias ao invés de explicar as irregularidades que levaram à reprovação de suas contas, como despesas sem licitação e o não repasse ao instituto de previdência das contribuições previdenciárias do Município", disse Lucas Porpino. (Blog do Ikeda, com assessoria)
***

#Política #Eleições2016

Você pode gostar também

0 comentários