Associação emite nota em defesa de advogado de RC no Caso Pâmela. API e Sindicato dos Jornalistas também vão se posicionar?

Do Blog do Helder Moura Nota distribuída pela Abracrim (Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas) em defesa do advogado Shey...

Do Blog do Helder Moura

Nota distribuída pela Abracrim (Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas) em defesa do advogado Sheyner Asfóra, constituído pelo governador Ricardo Coutinho para processar a ex-primeira-dama, Pâmela Bório, reacendeu um debate sobre as razões que levam entidades representantes dos profissionais de Imprensa a manterem um silêncio tumular sobre o assunto.

Por que, nem a API (Associação Paraibana de Imprensa), nem o Sindicato dos Jornalistas se pronunciam, neste episódio que envolve uma profissional de Imprensa? Afinal independente de ter sido primeira-dama, Pâmela Bório é jornalista. O que leva entidades representativas de jornalistas não se posicionarem em eventos graves como este envolvendo jornalistas?

Pra entender – Tudo começou quando, após declarações de Pâmela ao programa Intrometidos, o advogado Sheyner publicou em redes sociais que, por orientação de seu cliente, o governador Ricardo Coutinho, iria processar a ex-primeira-dama. Na sequência, Pâmela rebateu, afirmando que o advogado estava agindo como “pombo-correio” do governador.

CONFIRA A ÍNTEGRA DE NOTA DA ABRACRIM…

A Abracim (Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas), tendo tomado conhecimento de assacadilhas contra a honra profissional do advogado paraibano Sheyner Asfora, partidas da ex-esposa do Governador do Estado da Paraíba, jornalista Pâmela Bório, vem de público se manifestar:

1. Advogados, assim como todos os profissionais das mais diversas áreas, merecem respeito e representam legitimamente seus clientes em juízo e fora dele. Jornalistas, igualmente, são essenciais para as democracias e merecem respeito;

3. O advogado Sheyner Asfora é um profissional nacionalmente respeitado;

4. Se a jornalista Pâmela Bório diz ter direitos, que constitua um advogado e postule em Juízo levando suas provas e confiando na Justiça. Nesta hipótese, seu advogado não será rotulado como “pombo correio” e terá respeitada a sua natural condição de defensor;

5. O Jornalismo, assim como o Direito, se exercido em causa própria, perde a sua essência e conduz a excessos.

Assim, a ABRACRIM se solidariza com o advogado Sheyner Asfora, reafirmando e enaltecendo suas qualidades pessoais e profissionais sempre pautadas na ética.

É a nota.

Curitiba, 29 de outubro de 2016
.”

Elias Mattar Assad
Presidente Nacional ABRACRIM”
***

#Sociedade #Política

Você pode gostar também

0 comentários